O que é a nota de corte do Sisu

Depois da prova do Enem, há seleção de candidatos pela nota de corte do Sisu, se você pretende vaga em universidade pública que faça parte deste programa do MEC. 

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) é que calcula e atribui, para cada curso, a nota de corte, que é a menor pontuação que você precisa ter obtido no Enem para conseguir sua vaga. 

A nota de corte é apurada no site Sisu a cada edição, que é semestral. Quando for chegando a época, acompanhe habitualmente o site Sisu para não perder os prazos.

Durante os dias de inscrição, as notas de corte vão mudando na proporção da procura por este ou aquele curso, e a variação é grande. Naqueles que atraem mais candidatos, a nota necessária pode chegar a mais de 800 pontos. 

Olhe o sobe e desce da pontuação todos os dias: até o último dia, você pode trocar de curso, buscando algum que sua nota alcance.

Quando é o Sisu do segundo semestre 2020

Ainda não houve a publicação do cronograma Sisu para o segundo semestre 2020.

Mas como, ano a ano, as datas têm sido semelhantes, as inscrições devem ser abertas em junho.

Notas de corte do segundo semestre do Sisu 2020 por curso

Embora as notas de corte exatas, que definirão as vagas do Sisu em junho 2020, só venham a ser conhecidas no correspondente prazo de inscrições, trouxemos dados do Sisu de janeiro último como referência para você já ir se programando. 

As notas de corte do segundo semestre do Sisu 2020 deverão ser aproximadamente estas:

  • Administração: 570 a 771
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas: 553 a 788
  • Arquitetura e Urbanismo: 688 a 797
  • Biologia: 618 a 710
  • Biomedicina: 693 a 790
  • Ciências Contábeis: 581 a 768
  • Ciências da Computação: 576 a 819
  • Ciências Sociais: 536 a 743
  • Design: 634 a 749
  • Direito: 678 a 866
  • Enfermagem: 649 a 764
  • Engenharia Ambiental: 628 a 788
  • Engenharia Bioquímica: 720 a 801
  • Engenharia Civil: 652 a 883
  • Engenharia Elétrica: 626 a 806
  • Engenharia Mecânica: 636 a 856
  • Estatística: 592 a 758
  • Farmácia: 659 a 746
  • Fisioterapia: 668 a 776
  • Fonoaudiologia: 652 a 753
  • Gastronomia: 617 a 741
  • História: 547 a 735
  • Hotelaria: 569 a 774
  • Jogos Digitais: 627 a 673
  • Jornalismo: 626 a 796
  • Marketing: 628 a 786
  • Matemática: 515 a 785
  • Medicina: 769 a 901
  • Medicina Veterinária: 669 a 804
  • Nutrição: 660 a 776
  • Oceanografia: 656 a 769
  • Odontologia: 719 a 805
  • Pedagogia: 537 a 738
  • Psicologia: 678 a 834
  • Publicidade e Propaganda: 651 a 762
  • Radiologia: 636 a 716
  • Rádio e TV: 621 a 704
  • Relações Públicas: 620 a 796
  • Sistemas de Informação: 551 a 779
  • Tecnologia da Informação: 658 a 681

Que fazer se não passar no Sisu

Sua nota no Enem 2019 ainda pode ser utilizada para ingressar no ensino superior, caso não tenha obtido sucesso no Sisu 2020. Veja como:

ProUni: se você fez aquela edição do Enem e, caso se encaixe em algumas situações, poderá se inscrever no ProUni, programa oficial de concessão de bolsas de estudo em faculdades particulares, de 50% ou de 100% da mensalidade. 

Você precisa ter tirado no Enem nota superior a zero na Redação, e nota mínima de 450 pontos. Deve ter feito o Ensino Médio em escola  da rede pública; ou em escola particular, com bolsa integral. 

E sua renda mensal familiar tem de estar dentro de certo limite. Saiba, ainda, que o mesmo critério de seleção do Sisu é adotado pelo ProUni, mas as notas de corte deste são mais baixas, pois a quantidade de candidatos é menor.

Fies: este programa financia seu curso com juros baixos e longo prazo. Você só começa a pagar as parcelas após um ano e meio de formado. 

É preciso ter participado de qualquer edição do Enem a partir de 2010, com nota maior que zero na Redação e no mínimo 450 pontos. E a renda familiar deve obedecer certas condições. No Fies também as notas de corte são menores que as do Sisu.

Ingresso Direto: Sua nota no Enem é aceita em muitas faculdades privadas como único critério de seleção, sem que você tenha de fazer vestibular. 

Se você for admitido nesta modalidade, há faculdades que lhe oferecem bolsas de até 100%, diretamente, mediante notas de corte menores, portanto com menos burocracia e mais rapidez que o ProUni.

Onde estudar

Separamos para você algumas das mais bem avaliadas faculdades, todas reconhecidas pelo MEC (condição esta indispensável para que seu diploma seja válido) e que aceitam seu Enem para ingresso direto e bolsas, além de terem descontos e financiamentos próprios:

Veja mais:

Saiba como se inscrever na lista de espera do Sisu

Saiba quais bolsas de estudo para graduação você pode tentar

Já pensou em estudar de graça com uma bolsa em faculdade particular? Conte para a gente nos comentários!