Veja como descobrir seu número de inscrição do Enem, como pedir isenção da taxa do Exame e o que fazer com a sua nota.

Você está se organizando para fazer a próxima edição do Enem? Então, fique atento às etapas do exame e guarde bem seus dados de identificação e acesso – entre eles, seu número de inscrição.

O número de inscrição é uma sequência de 12 dígitos que identifica cada participante do Enem. Ele é gerado logo após a inscrição – feita no site oficial do Exame – e, caso você não tenha solicitado ou obtido isenção, validado depois do pagamento da taxa de inscrição.

Embora o número de inscrição não seja indispensável para consultar seus dados de participação no Enem, é recomendável guardá-lo assim que ele for gerado. Ele pode ser útil caso ocorra algum problema na sua inscrição ou você perca outros dados de acesso.

Como descobrir meu número de inscrição do Enem?

Se você já está inscrito no Enem e deseja saber qual é o seu número de inscrição, siga estes passos:

  1. Acesse a Página do Participante, dentro do site oficial do Enem.
  2. Responda à pergunta do teste que verifica se você não é um robô.
  3. Na área de atendimento digital, informe seu CPF e os demais dados solicitados pelo sistema. Caso você tenha esquecido sua senha, é possível criar uma nova a partir do e-mail cadastrado.
  4. Usando seu CPF e sua senha, faça login na Página do Participante. Pronto: você conseguirá visualizar seus dados e seu número de inscrição.

Esqueci minha senha e o e-mail que cadastrei: o que faço?

Para quem esqueceu tanto a senha quanto o e-mail cadastrado no sistema do Enem, o Inep (instituto responsável pelo exame) disponibiliza o número 0800-616161 para atendimento. Basta ligar, fornecer as informações solicitadas e recuperar os seus dados de acesso.

Inscrição no Enem: quando e como fazer

As inscrições do Enem costumam ser abertas na primeira quinzena do mês de maio. Os interessados têm entre 10 e 15 dias para se inscrever. As datas específicas são estabelecidas pelo edital do Exame, geralmente publicado no mês de março.

As inscrições são feitas de forma digital, no site oficial do Enem, dentro do portal do Inep. Apesar de ser cobrada uma taxa de inscrição – em torno de R$ 90,00 –, a maioria dos participantes obtém isenção e faz as provas gratuitamente.

Isenção da taxa do Enem: quem pode pedir?

Os editais do Enem costumam permitir a solicitação de isenção nos seguintes casos:

  1. Se o estudante estiver cursando o último ano do ensino médio, no ano de realização do Enem, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica.
  1. Se o estudante concluiu o ensino médio em anos anteriores em escola pública (ou com bolsa integral na rede particular) e tem renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo por pessoa.
  1. Se o participante estiver em situação de vulnerabilidade socioeconômica – renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa – e inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

Como pedir isenção da taxa do Enem?

A solicitação de isenção é feita de forma digital. Confira o passo a passo:

  • No período definido pelo edital (em abril, normalmente), entre no site oficial do Enem e acesse o sistema digital de isenção.
  • Informe seu CPF e sua data de nascimento.
  • Confirme que você se enquadra em um dos casos que dão direito à isenção da taxa.
  • Confira se os dados pessoais apresentados estão corretos e confirme.
  • Forneça as informações solicitadas sobre seu ensino médio.
  • Informe o número do NIS (caso você tenha) e preencha o questionário socioeconômico.
  • Informe seus dados de contato e crie uma senha (ela será usada para você acompanhar sua solicitação de isenção).
  • Caso você tenha conseguido a isenção na edição anterior do Enem e não tenha comparecido aos dois dias de prova, justifique sua ausência.
  • Para concluir, verifique o resumo das suas informações e clique em “Enviar”.

O resultado do pedido de isenção é publicado no site do Enem, antes da abertura do período de inscrições. Atenção: todos precisam efetuar a inscrição no período estabelecido pelo edital – mesmo aqueles que solicitaram e obtiveram a isenção.

Etapas e datas importantes do Enem

Para se organizar, anote as etapas mais importantes do calendário do Enem:

  • Publicação do edital: março.
  • Pedidos de isenção da taxa de inscrição: abril.
  • Inscrições: maio.
  • Divulgação do Cartão de Confirmação e dos locais de prova: outubro.
  • Provas digitais: outubro.
  • Provas tradicionais (impressas): novembro.
  • Resultados individuais: janeiro do ano seguinte.

O que fazer com a nota do Enem?

Seu resultado no Enem pode garantir uma vaga em ótimas universidades públicas e particulares. A nota é usada, por exemplo, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para instituições públicas de todo o país.

O resultado também é usado como critério de classificação em programas de bolsas e financiamento, como o ProUni (Programa Universidade para Todos) e o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

Quem não consegue uma vaga em universidade pública ou não se enquadra em programas de bolsas do governo pode, ainda, usar a nota para entrar em instituições particulares e obter descontos na mensalidade. São benefícios menos burocráticos e mais fáceis de conseguir do que os oferecidos pelo governo.

Faculdades particulares com ingresso direto e bolsa

Listamos abaixo algumas universidades particulares reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC (Ministério da Educação) que aceitam o Enem como forma de ingresso direto (sem fazer vestibular) e têm sistemas próprios de descontos e bolsas. Interessou? Então, confira e clique para saber mais:

Navegue pelos sites das universidades acima e fique por dentro de cursos, processos seletivos, bolsas e descontos. Bons estudos e um ótimo Enem para você!

Leia também:

Saiba o que há no cartão de confirmação do Enem e como consultá-lo

O que você precisa saber sobre as provas do Enem

Você está se preparando para o Enem? Como pretende usar sua nota? E já sabe que faculdade deseja fazer? Conte para a gente nos comentários!