Portal CP²

Em época de vestibulares, os alunos normalmente se deparam com uma questão crucial para as difíceis tomadas de decisão que são exigidas ao longo do ano… qual carreira escolher?? O que estudar?? Onde tentar??

Em vista das dificuldades financeiras, os alunos de cursinhos populares como o CP² deparam-se ainda com uma dificuldade extra: a quase obrigação de passar numa universidade pública, visto o preço alto das mensalidades das maiores universidades particulares do país. No entanto, a aprovação numa universidade pública parece sonho distante para muitos alunos, visto a altíssima concorrência para a grande maioria das carreiras disponiveis. Muitos vestibulandos se arriscam a prestar processos seletivos de universidades particulares, e em muitos casos abandonam seus cursos antes do término, por falta de condições financeiras, individuais e/ou familiares, que possibilitem a continuidade dos estudos. Os vestibulares para universidades particulares é um dilema, que segue o vestibulando ao longo de todo o ano…

Em vista dessa dificuldade extra dos vestibulandos de pouco poder aquisitivo, o Governo Federal lançou, em janeiro de 2005, a lei federal de criação do ProUni (sigla para “Programa Universidade para Todos”), um programa de bolsas de estudos para alunos carentes. No entanto, o ProUni ainda é pouco difundido aos vestibulandos, e muitos ainda não sabem o que é o programa em questão. Como ainda estamos no começo do ano, e a maioria dos vestibulares acontece nos meses que antecedem o reveillón, aí vão algumas informações necessárias e esclarecedoras a respeito, para que o aluno saiba de antemão (e não se desespere na última hora) o que afinal é o ProUni:

Segundo o site oficial do programa, o ProUni tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos a estudantes de baixa renda, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior, oferecendo, em contrapartida, isenção de alguns tributos àquelas que aderirem ao programa. O programa dispõe de bolsas de estudo parciais ou até mesmo integrais, abatendo em grande parte o preço de uma universidade particular para alunos de baixo poder aquisitivo, facilitando os estudos de alunos carentes de universidades importantes, como as PUCs, Mackenzie, UNIPs, dentre outras. Note que nem todos os alunos que se cadastram no ProUni são contemplados com bolsas parciais ou integrais: trata-se de uma seleção, de acordo com os dados sócio-econômicos de cada candidato, detalhadamente preenchidos pelos candidatos no ato da inscrição, que se dá exclusivamente via web.

Dica importante: As inscrições para o programa ProUni são feitas exclusivamente através do site, em prazos definidos e divulgados com certa antecedência. O ideal é que o vestibulando que se interessar pelo programa em questão acesse o site do ProUni com certa regularidade (uma ou duas vezes por semana é um bom número, visto que as inscrições são feitas, no geral, em prazos bem curtos) para que não haja atrasos ou perdas de prazos de inscrição. Clique aqui para consultar a página principal do ProUni, para maiores informações e possíveis prazos de inscrição.