Tirar uma boa nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode significar uma vaga no tão sonhado curso superior. Aprender uma profissão é o objetivo de grande parte daqueles que pretendem usar seu desempenho no Enem para entrar em uma universidade.

Mas o modo como este Exame é organizado ainda deixa muitas pessoas em dúvida. Nos dois dias de realização das provas, os participantes devem redigir uma redação e responder 180 questões objetivas, divididas em 4 provas de diferentes áreas do conhecimento. São elas:

  • Matemática e suas Tecnologias.
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Apesar das provas terem um nome diferente, o conteúdo cobrado no Exame é basicamente o que você viu nos três anos do ensino médio, além de alguns temas da atualidade. É muita matéria para estudar, mas podemos ajudá-lo a focar nos conteúdos mais importantes e que têm mais chances de aparecer na prova do Enem 2016. Confira.

O que estudar para o Enem 2016?

O edital do Enem 2016 traz uma lista dos assuntos que podem ser cobrados nas provas objetivas. As disciplinas vistas no ensino médio são distribuídas da seguinte forma:

  • Ciências da Natureza – Física, Química e Biologia.
  • Ciências Humanas – História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Linguagens e Códigos – Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Literatura, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Matemática – Matemática.

O conteúdo exato das questões é mantido em segredo até o horário de início das provas. Porém, alguns temas apareceram com frequência no Enem dos últimos anos e as chances de serem cobrados novamente em 2016 são altas.

Veja a seguir os conteúdos mais importantes de cada uma das provas objetivas:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Física – Energia (eletricidade e mecânica), óptica, ondas, calorimetria, hidrostática, leis de Newton, escalas termométricas, amperímetro e voltímetro.
  • Biologia – Ciclos do carbono, problemas ambientais (como lixo, água, etc.), citologia, fisiologia animal, ecologia, genética e mutações, evolução, parasitoses, biologia vegetal.
  • Química – Estrutura do átomo, isótopos, tabela periódica, cadeias carbônicas, estequiometria, eletroquímica, transformações químicas, unidades de concentração, química orgânica, equilíbrio químico, compostos inorgânicos, modelo atômico de Rutherford, Dalton, Thomson, Rutherford-Bohr.

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • História – Idade Antiga, Idade Moderna, Idade Contemporânea, Brasil colonial, Brasil república, Brasil império, revoluções industriais, história política, cultura negra no Brasil, ditadura militar no Brasil, guerras mundiais.
  • Geografia – Geografia econômica, espaço rural, impactos ambientais, geopolítica, coordenadas geográficas, uso da água, hidrografia e vegetação, globalização, geomorfologia, capitalismo e socialismo.
  • Filosofia e Sociologia – Etnocentrismo e relativismo, filosofia moderna, consequências da globalização, esferas culturais (o patrimônio, o erudito e o popular), reforma política, Iluminismo, ética, democracia, teoria dos filósofos (Kant, Maquiavel, Descartes e Montesquieu), questões de gênero, padrões de comportamento da sociedade contemporânea.

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Língua Portuguesa e Literatura – Interpretação de texto, gêneros textuais, gramática, funções da linguagem, escolas literárias, estratégias dissertativas e argumentativas, variedades linguísticas, obras literárias, escritores, sintaxe.
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol) – Gramática, interpretação de texto, conjugação verbal, diferenças entre o português e a língua em questão, adjetivos.
  • Artes – Obras artísticas, artes visuais, pintores, Semana de Arte Moderna, arte brasileira.
  • Educação Física – Esportes, jogos, música, saúde e qualidade de vida, prática de atividade física.
  • Tecnologia da Informação – Gêneros digitais, recursos linguísticos na comunicação digital, função social das novas tecnologias.

Matemática e suas Tecnologias

  • Matemática – Análise de gráficos e tabelas, porcentagem, probabilidade, operações com frações, conceito e gráfico de funções, área de regiões planas, noções de estatística, técnicas de contagem, ângulos e triângulos, trigonometria, equações do 1° e do 2° graus, raiz quadrada, sistemas e problemas.

Como estudar atualidades para o Enem 2016?

O Enem também exige que seus participantes estejam por dentro dos fatos mais relevantes da atualidade. Esses temas podem aparecer nas questões de qualquer uma das provas objetivas e no assunto proposto para a redação.

Para se manter informado sobre o que acontece no Brasil e no mundo, procure ler jornais, revistas, portais da internet e assistir a noticiários, debates e entrevistas.

Assuntos recorrentes na mídia, que geram polêmicas ou têm algum impacto social, merecem ser lidos com atenção. Pesquise diferentes canais de informação para o mesmo fato, assim você não corre o risco de ver apenas um lado da história e tem a oportunidade de ouvir opiniões divergentes sobre o tema.

Uma forma de treinar sua capacidade de argumentação é discutir estes assuntos com colegas, professores e familiares.

O que estudar para a prova de redação do Enem 2016?

Assim como o conteúdo exato das provas objetivas, o tema da redação permanece em segredo absoluto até o momento de início da prova. Mas sabemos que sempre se trata de um assunto relevante da atualidade.

A redação deverá ser escrita no formato dissertativo-argumentativo e o participante deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Não fugir do tema.
  • Respeitar a norma culta da Língua Portuguesa.
  • Organizar bem suas ideias, fatos e informações para defender um ponto de vista.
  • Utilizar de forma correta mecanismos linguísticos na argumentação de seu ponto de vista.
  • Elaborar uma proposta de intervenção para o tema proposto respeitando os direitos humanos.

Uma das formas de estudar para a redação é escrever muito, sobre vários assuntos diferentes e respeitando o formato exigido pelo Enem. Comece tentando escrever sobre os últimos temas que caíram no Exame:

  • 2009: O indivíduo frente à ética nacional
  • 2010: O trabalho na construção da dignidade humana
  • 2011: Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado
  • 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI
  • 2013: Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Veja também:

Saiba tudo sobre o Enem 2016

Você está se preparando para o Enem 2016? Compartilhe conosco suas estratégias de estudo!