Descubra o que fazer com a nota do Enem 2019

Enem — Escrito por

Conheça as diferentes formas de usar a nota do Enem 2019 para ingressar em faculdades públicas e privadas de todo o País.

Seja qual for o curso escolhido, existem várias formas de como usar a nota do Enem 2019 para entrar na faculdade — mesmo que o candidato não tenha conseguido uma pontuação tão alta.

Você pode usar a nota do Exame para concorrer a vagas em universidades públicas e particulares de todo o Brasil.

E quando falamos em faculdades particulares, saiba que a pontuação do Enem também serve para conseguir bolsas de estudo ou financiar as mensalidades do curso para começar a pagar só depois da formatura!

Então, todo mundo pode aproveitar, até quem tem um orçamento apertado. Conheça agora as diferentes formas de usar o resultado do Enem 2019!

O que você pode fazer com a nota do Enem 2019

Existem 4 formas de usar a nota do Enem 2019 para cursar o ensino superior, que são:

  • Entrar em uma universidade pública: Sisu
  • Conseguir uma bolsa de estudos: ProUni
  • Financiar as mensalidades da faculdade: FIES
  • Entrar em uma faculdade particular sem fazer vestibular: ingresso direto

A seguir, daremos uma explicação rápida e direta sobre cada uma dessas maneiras de aproveitar o resultado do Enem.

O que é o Sisu e como participar

O Sisu é um sistema informatizado do MEC que distribui vagas em instituições públicas de todo o País.

Para participar, é preciso ter feito a última edição do Enem com nota maior que zero na redação. Portanto, quem fez o Enem 2019 pode ser inscrever no Sisu 2020.

Não existe pontuação mínima para fazer a inscrição, mas a concorrência é grande. Por isso, as notas de corte para entrar em cada curso não costumam ser baixas, mesmo para os menos concorridos.

O Sisu abre inscrições duas vezes ao ano, uma no primeiro semestre, logo após a divulgação do resultado do Enem, e outra no segundo.

A inscrição é gratuita para todos os participantes e pode ser feita exclusivamente pela internet.

Durante o período de inscrição, os candidatos têm acesso às notas de corte de cada curso e podem mudar suas opções, para aumentar as chances de conseguir uma vaga.

Como conseguir uma bolsa do ProUni

Você já deve ter ouvido falar do ProUni, o programa do MEC que dá bolsas de estudos em faculdades particulares. As bolsas podem cobrir 100% do valor da mensalidade ou apenas a metade.

Para participar do ProUni é preciso ter feito a última edição do Enem, obtido uma pontuação a partir de 450 e não ter zerado na redação.

Além de cumprir esses pré-requisitos, o aluno precisa se enquadrar em outros critérios do programa para conseguir uma bolsa, que incluem limites de renda familiar.

Assim como no Sisu, o ProUni tem notas de corte para cada vaga. As notas variam de acordo com o curso, turno e instituição.

E por falar em instituições, esse é um ponto forte do programa: só participam do ProUni faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Como exemplos podemos citar o Centro Educacional Anhanguera, a Universidade de Franca e a Universidade Cidade de São Paulo.

Outra vantagem do programa é oferecer vagas em cursos a distância (EAD) e semipresenciais — diferentemente do Sisu e do FIES, que só valem para graduações presenciais.

Como financiar a faculdade pelo FIES

O FIES é outro programa do MEC que permite ao estudante financiar as mensalidades da faculdade particular a juros baixos.

Durante o curso, é preciso pagar apenas um valor, com teto estipulado pelo governo, referente aos encargos do financiamento a cada três meses. O montante financiado só começa a ser pago depois que o estudante se forma.

Para participar do FIES é preciso ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota geral a partir de 450 e maior que zero na redação. O programa abre inscrições duas vezes ao ano, pelo site.

Também há notas de corte para cada vaga e os candidatos precisam se enquadrar nos limites de renda para conseguir um financiamento.

Assim como no ProUni, somente instituições bem avaliadas pelo MEC podem oferecer vagas pelo FIES, como a Universidade Cruzeiro do Sul, a Faculdade Pitágoras  e a Faculdade das Américas.

Ingresso direto

O jeito mais simples e rápido de entrar na faculdade com a nota do Enem 2019 é usá-la para não prestar o vestibular interno de uma instituição particular.

Diferentemente do que ocorre com os programas do governo, nos quais o aluno precisa ficar de olho em prazos de inscrição curtos, enfrentar uma forte concorrência e ainda ter que lidar com a burocracia, no ingresso direto não tem nada disso.

Para participar, basta procurar uma instituição que ofereça o curso desejado e que aceite a nota do Enem em seu processo seletivo.

Mesmo para quem tem o orçamento apertado, essa é uma opção viável. Diversas faculdades particulares contam com programas próprios de bolsas, financiamento estudantil sem burocracia e vários tipos de desconto.

Conheça agora algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que aceitam a nota do Enem para ingresso direto. Nelas você encontrará uma série de facilidades, como bolsas de estudo, descontos especiais e programas de financiamento estudantil:

Veja também:

Confira as 10 melhores faculdades com ensino a distância

Descubra como conseguir uma bolsa de estudos para Medicina

Depois de descobrir o que fazer com a nota do Enem 2019, conte para a gente nos comentários: como você vai usar seu resultado? Sisu, ProUni, FIES ou ingresso direto?

Comente