Entenda o que significa a sigla ENEM

Enem — Escrito por

De uns anos para cá, o Enem é um dos assuntos mais falados no meio estudantil do país. Ter um bom desempenho nesse Exame pode ser fundamental para conseguir uma vaga na universidade!

O Enem foi criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC) para avaliar os conhecimentos adquiridos no Ensino Médio. Foi sofrendo ajustes com o passar do tempo e hoje é critério obrigatório para concorrer a uma vaga em programas como o ProUni, o FIES e o Sisu.

Muitas faculdades particulares também aceitam as notas do Enem como critério de seleção de alunos. A dimensão do Exame cresceu tanto que ele pode ser considerado o maior vestibular do país!

Mas você já parou para pensar o que significa a sigla Enem? Sabe para que servem as notas e quem pode fazer s provas? Tudo isso você vai descobrir agora!

 

O que significa a sigla Enem?

Enem é a sigla para Exame Nacional do Ensino Médio. Como o próprio nome indica, é uma prova realizada em todo o Brasil por pessoas que já concluíram ou estão em fase de conclusão do Ensino Médio.

O objetivo principal é verificar o quanto elas aprenderam nessa etapa escolar de suas vidas, mas é possível usar a nota do exame para participar de vários processos seletivos (vamos ver mais sobre isso daqui a pouco).

Como funciona o Enem?

As provas são aplicadas em dois domingos consecutivos. As datas mudam a cada ano, mas em geral o Enem acontece entre o final de outubro e o início de novembro. O que cai no exame são os conteúdos que, teoricamente, já foram vistos durante o Ensino Médio.

São 180 perguntas objetivas. Em cada uma delas, após ler atentamente a questão, o candidato deve escolher entre as alternativas A, B, C, D ou E.

Essas 180 perguntas estão divididas em quatro blocos, que correspondem a diferentes áreas do conhecimento. Nelas, estão organizadas todas as disciplinas aprendidas ao longo do ensino médio. Entenda melhor:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: aqui caem questões de História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: nesse bloco é a vez de responder perguntas de Química, Física e Biologia.
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: além de Literatura e Língua Portuguesa, o candidato também tem que demonstrar seus conhecimentos em uma língua estrangeira, podendo optar por Inglês ou Espanhol. Entram também os conteúdos de Artes.
  • Matemática e suas Tecnologias: essa matéria recebeu um bloco exclusivo só para ela – aqui só caem questões de Matemática mesmo.

Cada bloco tem 45 questões. Como as provas acontecem em dois dias, em cada um deles o candidato tem que responder questões relativas a duas dessas áreas do conhecimento (ou seja, são 90 questões por dia de prova).

O dia mais puxado é aquele em que, além das perguntas objetivas, o participante tem que fazer também a redação – ele terá uma hora a mais de prova para cumprir essa etapa.

A redação do Enem funciona assim: é preciso escrever pelo menos 30 linhas sobre um tema que só vai ser revelado no momento do exame. O texto deve ser dissertativo-argumentativo – é preciso defender uma opinião a respeito do tema proposto, apresentando argumentos concretos, e propor uma solução para o problema.

A prova de redação traz uma série de textos-base sobre o tema, geralmente com pontos de vista diferentes. Eles servem de referência e devem ser lidos antes de começar a escrever a redação. Esses textos podem refrescar a sua memória sobre o que vem sendo debatido sobre o assunto.

Quanto aos temas, eles variam muito, mas a regra é que abordem um assunto de debate atual na sociedade brasileira e com relevância política, social, econômica, cultural ou ambiental.

 

Quem pode fazer o Enem?

O Enem não está aberto apenas a estudantes que estão concluindo o ensino médio. O exame pode ser feito por qualquer pessoa que queira testar seus conhecimentos ou tenha o objetivo de conseguir vaga em uma universidade.

Estudantes mais novos, por exemplo, podem fazer as provas como experiência, para treinar. Pessoas mais velhas, que já terminaram o ensino médio há algum tempo, também podem se inscrever sem problemas. Não há limite de idade.

Gestantes, mães em período de amamentação (lactantes) e pessoas com deficiência podem participar e pedir assistência especial, caso haja necessidade. O Enem é democrático e não é obrigatório.

 

Onde usar a nota do Enem?

Hoje em dia o Enem tem imensa importância no sistema de ingresso dos estudantes brasileiros ao ensino superior. Um bom desempenho no Exame pode significar uma vaga na faculdade sem ter que fazer mais nenhuma prova. Por isso, o exame vem sendo chamado de “o maior vestibular do país”.

As notas do Enem podem ser usadas em processos seletivos de centenas de universidades e também para a participação em programas de bolsas de estudo e financiamento. Confira algumas opções:

ProUni: o Programa Universidade para Todos utiliza as notas do Enem como critério de classificação de estudantes de baixa renda interessados em concorrer a bolsas de estudo. Quanto maior a nota no Exame, maiores as chances do candidato.

FIES: o Fundo de Financiamento Estudantil ajuda a pagar a faculdade e só começa a cobrar a dívida depois da formatura, com juros baixos e prazo longo para quitar as parcelas. Para participar é preciso ter obtido um bom desempenho no Enem e se encaixar no requisito de renda familiar.

Sisu: o Sistema de Seleção Unificada é outro programa que usa a nota do Enem, desta vez para ingresso em universidades públicas. Para participar basta ter feito o Enem mais recente e não ter zerado a redação. É o mais concorrido dos três.

 

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Há centenas de universidade nos quatro cantos do Brasil que aceitam as notas do Enem como critério de seleção. A seguir apresentamos uma pequena lista de instituições privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Nelas, você pode usar seu desempenho no Enem para conseguir vaga em dezenas de cursos.

Todas as faculdades da lista acima aceitam o Enem como forma de ingresso direto e participam do ProUni e do FIES, além de terem seus próprios programas de bolsas, financiamentos, descontos e convênios.

Veja também:

Qual a nota mínima para passar no Enem?

E então, entendeu o que significa a sigla Enem e como funciona o exame? Vai se inscrever para o próximo? Conte aqui pra gente!

Comente