Descubra onde você pode usar a nota do ENEM 2017

Enem — Escrito por

Quando o furacão Enem passa, deixa todo mundo de ponta cabeça. Depois de um ano inteiro estudando e de encarar provas que podem ser bem difíceis, ainda há uma etapa final (e mais esperada): conquistar uma vaga na faculdade.

Mas não pense que começar 2018 matriculado em um curso superior vai ser tarefa fácil. Primeiro, será preciso estudar bastante para conseguir uma boa nota e driblar a concorrência. Depois, é preciso saber em qual faculdade estudar.

Esse último passo é importante por diversos fatores: permite saber que nota é preciso obter no Enem para passar no curso dos sonhos, como é a concorrência que vai ter que encarar e que tipo de processo seletivo terá pela frente.

Se você também está nessa, não perca mais tempo: descubra agora mesmo onde você poderá usar a nota do Enem 2017 e confira algumas boas faculdades onde estudar!

Onde posso usar a nota do Enem 2017?

O Enem ficou tão popular no Brasil que um número imenso de instituições públicas e particulares já utilizam a nota do exame como critério de seleção – às vezes, o único.

Quem fizer a edição de 2017 do Enem e atender aos critérios mínimos de participação (que variam de acordo com o concurso escolhido), vai poder disputar vaga em várias instituições públicas pelo Brasil afora.

Se a escolha for por uma faculdade particular, então, o número é ainda maior – sem falar na diversidade de processos seletivos disponíveis para essas instituições.

Quer saber mais sobre cada um deles? Fique aqui com a gente que vamos explicar já na sequência!

Use a nota do Enem 2017 para entrar em uma faculdade particular

Seus planos incluem estudar em uma faculdade particular? Pois aqui temos uma excelente informação: o Enem é aceito em quase todas essas instituições.

O chamado ingresso direto, modelo adotado em grande parte das faculdades, é o sistema mais rápido e simplificado de conseguir entrar num curso superior. Durante o processo seletivo muitas instituições dão ao estudante a alternativa de usar a nota do Enem – seja o de 2017 ou qualquer outra edição – para tentar vaga em determinado curso.

Caso tenha a pontuação mínima necessária para passar, você só terá que levar o boletim de desempenho individual junto com a documentação solicitada e efetuar a matrícula. É fácil assim mesmo – sem estresse e sem precisar fazer outra prova.

Use a nota do Enem 2017 para conseguir financiamento estudantil

Outra vantagem de fazer o Enem é usá-lo para conseguir o FIES, o Fundo de Financiamento Estudantil do governo federal. Ao conseguir esse benefício, você ganha ajuda para pagar a faculdade e só começa a quitar a dívida depois da formatura, com juros baixos e prazo longo.

Para concorrer a uma vaga é preciso apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer Enem a partir de 2010. Também é necessário atender ao critério de renda familiar bruta mensal estabelecido pelo MEC, que atualmente é de até cinco salários mínimos por pessoa.

Dependendo do curso, a concorrência pode ser bem alta. O FIES abre inscrições duas vezes ao ano.

Use a nota do Enem 2017 para conseguir bolsa de estudos

O governo federal também tem uma iniciativa que distribui bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares. Estamos falando do ProUni, um programa bem popular entre o pessoal que faz o Enem.

Para conseguir o benefício aqui é preciso ralar bastante. Só uma super nota no Enem pode garantir bolsa naquele curso tão desejado – principalmente no de Medicina.

Entrar na disputa do ProUni 2018 vai exigir uma série de requisitos. O primeiro é a nota mínima no Enem 2017 (edições anteriores não valem): 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação. O segundo é o financeiro: apenas candidatos com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa podem participar. É preciso ainda cumprir outras condições para concorrer. As inscrições são gratuitas, feitas pelo portal oficial do ProUni e abrem duas vezes ao ano.

Use a nota do Enem 2017 para fazer um curso a distância

Quem fizer o Enem 2017 pode tentar bolsa ou entrar direto em cursos a distância.

O ProUni é o único programa do governo federal que oferece bolsas de estudos em cursos a distância. Os alunos podem conseguir bolsas parciais ou integrais para estudar neste formato. Os critérios de participação são exatamente os mesmos dos cursos presenciais. O período de inscrição também é igual.

Já o ingresso direto está disponível em praticamente todo curso a distância de faculdade particular. O modelo é exatamente o mesmo do ingresso direto em curso presencial: basta informar a nota do exame e, caso atinja a pontuação exigida, fazer a matrícula.

Use a nota do Enem 2017 para entrar na faculdade certa

Muito bem, a gente já sabe que existem diversas maneiras de entrar na faculdade particular. Agora, outra pergunta deve estar martelando sua cabeça: onde estão as faculdades que aceitam o Enem?

Bom, elas podem ser encontradas em todo o país e com bastante facilidade.

O segredo aqui é buscar intuições que sejam bem avaliadas pelo MEC. Essa é sua primeira garantia de sucesso no mercado de trabalho.

Preparamos a seguir algumas sugestões de faculdades de qualidade, reconhecidas pelo MEC e com presença em quase todo o Brasil para você colocar no seu radar. Veja quais são:

Use a nota do Enem 2017 para entrar em uma universidade pública

O número de instituições públicas que utilizam a nota do Enem para selecionar novos estudantes não é tão grande nem tão diverso quanto o das particulares. Isso, aliado à qualidade de ensino reconhecida em todo o Brasil, transforma a concorrência por uma vaga num verdadeiro campo de batalha.

Por isso, quanto maior for a sua nota no Enem 2017, mais chances você tem de entrar em uma universidade pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2018.

Cursos como Medicina, Engenharia, Direito, Psicologia e Odontologia, por exemplo, estão entre os que exigem maiores notas de corte. Para você ter ideia, é dificílimo conseguir entrar em Medicina com menos de 800 pontos no Enem.

Nos cursos menos concorridos, a média necessária fica por volta de 550 a 600 pontos.

Portanto, se esse é o seu objetivo, capriche bastante nos estudos.

As universidades públicas têm duas formas de distribuir vagas entre os candidatos que fizeram o Enem. Algumas oferecem apenas um parte de suas vagas; outras, disponibilizam todas.

Em ambos os casos os alunos precisarão entrar na disputa por meio do Sisu. Duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo, o MEC abre uma nova seleção. A primeira é a que distribui maior parte das vagas. O processo seletivo é feito inteiramente pela internet e é gratuito.

Veja também:

Saiba quais são as regras do Enem 2018

E aí, em qual processo seletivo você vai usar a nota do Enem 2017? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente