Passou o Enem. E agora? Descubra o que fazer

Enem — Escrito por

Depois que passa o Enem, a gente só quer um tempo para descansar a cabeça. Mas muita gente não consegue desacelerar e já quer tentar antecipar a pontuação das provas, acompanhar gabarito, pensar nos processos seletivos, etc.

E esse pessoal está certíssimo. Até janeiro, quando saem os resultados do Enem, muita água ainda vai rolar. E quem estiver bem preparado tem grandes chances de se dar bem.

Bateu aquela curiosidade?

Então descubra o que fazer depois que passa o Enem e como chegar aos processos seletivos com um belo diferencial diante dos outros candidatos.

O que fazer depois que passa o Enem

Muita gente pensa que depois que passa o Enem o participante fica de mãos atadas, esperando pela divulgação dos resultados.

As provas normalmente terminam em novembro e os resultados tão esperados só vêm em janeiro, mais de dois meses depois.

Nesse período muita gente aproveita para descansar a cabeça, pensar em outro assunto que não seja o Enem, aproveitar a comilança de fim de ano, tirar férias, etc.

Outros começam a fazer uma pesquisa sobre o tipo de processo seletivo que vão encarar mais pra frente.

E essa pesquisa pode ser valiosíssima na hora de disputar vaga em faculdades públicas e particulares por todo o país.

É sempre bom saber qual curso você vai querer fazer, em qual faculdade, qual seria uma boa segunda opção de estudos caso sua pontuação nas provas não alcance a nota de corte desejada, de que tipo de seleção você poderá participar, quais caminhos alternativos poderá seguir, etc.

Faça uma pesquisa por faculdades e cursos do seu interesse

Você pode – e deve – se desligar um pouco do Enem por uma ou duas semanas, mas não se esqueça de que vem um processo seletivo pesado pela frente, e você precisa estar bem preparado para ele.

Uma dica básica consiste em fazer uma pesquisa aprofundada de todas as instituições (públicas ou privadas) onde você gostaria de estudar (se elas aceitarem a nota do Enem, claro), além dos cursos de sua preferência, com pelo menos duas outras alternativas de formação.

Entre as universidades públicas há um universo bem amplo de instituições que aceitam a nota do Enem. Veja quais são as disponíveis no seu estado, quais cursos elas oferecem e quantas vagas elas disponibilizam pelo Sisu (já explicaremos mais adiante).

Entre as particulares, o universo é muito, muito maior. O perigo aqui é se perder em meio a tantas opções.

Por isso, independentemente do caminho que você vai seguir, a dica de ouro é: busque instituições que sejam reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e que, de quebra, ainda ofereçam uma infraestrutura de primeira, com cursos em diferentes áreas do conhecimento.

Quer algumas sugestões para começar? Então dê uma olhada nestas aqui:

Prepare-se para encarar os processos seletivos que usam a nota do Enem

Quem faz o Enem pode participar de inúmeros processos seletivos para uma vaga no ensino superior, inclusive nas disputadas universidades públicas.

Independentemente da nota que você tirar, mesmo que seja abaixo do que esperava, dá para tentar vaga em instituições de todo o país.

São ao todo quatro seleções por ano. Uma delas para as públicas, duas delas direcionadas a quem tem menor renda familiar e outra bem mais inclusiva – qualquer pessoa que fez o Enem, em qualquer ano, pode participar sem restrições.

Vamos conhecer melhor:

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada permite que qualquer pessoa que fez o Enem mais recente e não zerou na redação dispute vaga em universidades públicas de todo o país.

A corrida por um lugar ao sol começa logo depois que os resultados do Enem são divulgados, em janeiro.

Aqui é importante chegar à seleção com bastante foco, já que o processo é o maior e mais concorrido do Brasil – então é bom ter um plano A, B, C e D.

Isso porque a pontuação mínima para conseguir vaga pelo Sisu geralmente é alta. Durante o período de inscrições dá para consultar as notas de corte parciais. Assim, os participantes podem escolher um curso que comporte sua pontuação. Se houver alguma mudança, dá para ir trocando de opções até o último dia de seleção.

Haverá uma segunda chance para quem não conseguir vaga na primeira edição. O Sisu abre inscrições novamente no início do segundo semestre letivo.
ProUni

O Programa Universidade para Todos distribui bolsas de estudos em faculdades particulares de primeira linha. A seleção é direcionada a estudantes de baixa renda que se enquadrem em um determinado perfil de formação escolar ou condição social.

O ProUni pode bancar a mensalidade integralmente ou parcialmente – depende da renda do candidato.

É o único grande processo seletivo do governo federal que também distribui vagas em cursos a distância.

O programa é bastante concorrido e usa a nota do Enem para classificar os candidatos. Para participar é obrigatório ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas. Não pode ter zerado na redação.

O ProUni, assim como o Sisu, abre inscrições duas vezes ao ano, sempre no início dos semestres letivos.

 

FIES

O FIES é para quem está pensando em financiar um curso superior em uma faculdade privada. O programa oferece juros baixos e prazo longo para quitação da dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura.

Para participar do processo seletivo é preciso ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas de qualquer Enem a partir de 2010, sem ter zerado a redação. O programa também tem algumas exigências de renda familiar.

A seleção ocorre duas vezes por ano.

 

Ingresso direto

O ingresso direto é o mais democrático dos processos seletivos que aceitam a nota do Enem! Com ele, quem fez qualquer edição do exame pode tentar vaga em faculdades particulares de todo o país sem ter que prestar vestibular. É bem simples: basta informar a pontuação em cada uma das provas e pronto, a vaga vai para quem alcançar a nota mínima exigida determinada pela instituição.

Além de simples, muitas vezes o processo por ingresso direto não custa nem um centavo aos participantes.

Veja também:

Saiba quando sairá o resultado do Enem

Está se preparando para os processos seletivos que usam a nota do Enem? Conte para a gente em qual curso e em qual faculdade você quer estudar!

Comente