Saiba qual é a pontuação para entrar na faculdade pelo Enem

Enem — Escrito por

Veja como é calculada a nota e como utilizá-la para entrar em uma universidade pública ou privada.

Criado em 1998 para avaliar o desempenho do estudante no fim da escolaridade básica, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também pode ser utilizado para o ingresso em universidades públicas e privadas.

É isso mesmo, com uma boa pontuação no Enem é possível escapar do vestibular e entrar direto em excelentes instituições de ensino.

Mas, antes de você verificar como a sua nota do Enem pode te ajudar a entrar em uma faculdade, é necessário entender melhor como a prova é avaliada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Confira a seguir!

Como é feita a pontuação do Enem?

Apesar de parecer algo simples, muitos estudantes se confundem na hora de calcular a sua média do Enem.

Antes de mais nada, é necessário destacar que a pontuação do Exame pode ser calculada de duas formas: pela média simples ou pelo peso de cada questão.

A média simples é encontrada somando as notas das cinco provas (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens, Matemática e Redação) e dividindo o montante por cinco.

A média por peso é determinada de acordo com uma metodologia chamada de Teoria de Resposta ao Item, ou TRI, que busca medir o conhecimento a partir do comportamento observado em testes.

Com o método TRI, a nota do Enem em cada área não representa simplesmente o número de questões que o estudante acertou na prova, mas sim a média obtida pela dificuldade das questões que se erra e se acerta, levando em conta também a consistência das respostas. Por isso, fala-se em média por peso.

No caso da redação, os critérios de avaliação de desempenho são diferentes.

Com essa metodologia, a pontuação é determinada pela soma das cinco notas dividida pela soma dos pesos. 

Por isso, é comum encontrar estudantes que acertam o mesmo número de questões mas possuem médias diferentes.

Como usar o Enem para entrar em uma universidade particular?

Existem três formas de entrar em uma instituição privada de ensino superior utilizando a nota do Enem.

Veja a seguir quais são elas:

ProUni

O Programa Universidade para Todos, criado pelo Governo Federal, tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo parciais (50%) e integrais (100%) a estudantes de baixa renda.

O ProUni usa a pontuação do Enem como critério de seleção na concessão do benefício aos estudantes.

O processo ocorre em duas edições por ano, no primeiro e no segundo semestre letivo.

Dessa forma, através de um sistema totalmente automatizado, os alunos preenchem os critérios de participação pela internet, escolhendo até duas opções de curso oferecidas pelas faculdades particulares inscritas.

Assim, o Programa rastreia a nota do Enem de todos os participantes e preenche as vagas com aqueles que apresentaram melhor desempenho no Exame.

Para concorrer às bolsas de estudo, o candidato precisa ter uma pontuação de pelo menos 450 pontos sem zerar na redação, além dos pré-requisitos de renda.

As vagas oferecidas são disputadas entre os candidatos que escolheram o mesmo curso, turno, faculdade e modalidade de concorrência (cotas ou não).

FIES

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de alunos matriculados em instituições particulares.

Para concorrer a esse benefício, o candidato precisa preencher alguns critérios básicos, tais como:

  • Não ter concluído nenhum curso superior
  • Ter renda familiar mensal bruta de até 3 ou 5 salários mínimos por pessoa, conforme a categoria em que se enquadrar
  • Ter média de 450 pontos no Enem, sem ter zerado a redação

Estão isentos dessa regra professores da rede pública de ensino matriculados em cursos superiores de Licenciatura, Normal Superior ou Pedagogia.

O processo seletivo do FIES ocorre duas vezes por ano, geralmente em fevereiro e julho, logo após as inscrições para o ProUni. A inscrição deve ser feita pela internet no site do Programa.

A pontuação do Enem é muito importante na concessão desse benefício, sendo a nota da redação o primeiro critério de desempate.

Ingresso direto

Atualmente, algumas faculdades começaram a adotar o desempenho no Enem como uma das formas de ingresso em seus cursos de graduação.

Nesse processo, o estudante só precisa apresentar sua nota do Enem para conseguir realizar sua matrícula.  No entanto, para conseguir esse benefício, o candidato precisa atingir uma pontuação específica, determinada pela instituição de ensino.

As regras variam bastante. Algumas faculdades avaliam a média por peso de conhecimento, outras determinam uma média de pontuação, e ainda existem as instituições que só exigem nota maior do que zero na redação.

Vale lembrar que dentro de uma mesma instituição os critérios de seleção podem ser diferentes de um curso para o outro.

Para descobrir qual a sua chance de entrar na faculdade e no curso desejado utilizando apenas a nota do Enem, é necessário consultar o edital do processo seletivo ou falar diretamente com a secretaria da instituição.

Qual a pontuação necessária para entrar em uma faculdade pelo Enem?

Seja em uma universidade pública ou em uma privada, a pontuação ideal para conseguir uma vaga vai depender muito do tipo de processo seletivo que o candidato está participando, da instituição escolhida, do curso desejado, entre outros fatores.

Se você deseja saber qual a nota mínima para se matricular na graduação, a chamada nota de corte, é preciso verificar primeiramente a concorrência que o curso escolhido possui. Ou seja, é necessário analisar o número de candidatos que concorrem com você no mesmo curso, instituição e turno.

Para conseguir essa informação, é preciso estar atento durante o período de inscrição do ProUni e do SiSu.

Se você deseja ter uma referência bastante confiável, verifique as notas mínimas do curso escolhido exigidas em processos seletivos mais recentes.

Confira a seguir alguns exemplos de notas de corte do Sisu para entrar em uma universidade pública:

  • Medicina – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Modalidade Presencial – 811 pontos.
  • Engenharia de Computação – Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) – Modalidade Presencial – 792 pontos.
  • Direito – Universidade Federal Fluminense (UFF) – Modalidade Presencial – 837 pontos.
  • Engenharia Aeronáutica – Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Modalidade Presencial – 802 pontos.
  • Engenharia Química – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Modalidade Presencial – 788 pontos.

Veja a seguir alguns exemplos de notas de corte do ProUni para entrar em uma universidade particular:

  • Ciência da Computação – Universidade Presbiteriana Mackenzie – Modalidade Presencial – 735 pontos.
  • Ciências Biológicas – Pontifícia Universidade Católica Do Rio De Janeiro – Modalidade Presencial – 737 pontos.
  • Letras – Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) – Modalidade EAD – 713 pontos.
  • Administração – Universidade Pitágoras – Modalidade Presencial – 621 pontos.
  • Engenharia Elétrica – Universidade Anhanguera – Modalidade presencial – 616 pontos.

Faculdades particulares que aceitam a nota do Enem

Atualmente, existem diversas universidades privadas reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem, seja pelo ProUni ou com ingresso direto. Conheça algumas das principais:

Veja também:

Saiba como fazer uma faculdade EAD com a nota do Enem

Faculdades que utilizam Enem para Vestibular

Agora que você já sabe tudo sobre o ingresso na faculdade pelo Enem, conte para a gente em qual instituição você pretende estudar. É só deixar um comentário aqui embaixo!

Comente