Já se perguntou se é possível ou não utilizar o resultado da prova do Enem de anos anteriores? Descubra a resposta aqui!

Realizar o Enem certamente não é uma tarefa fácil e pode ser bem desgastante até mesmo para os mais preparados.

Além disso, por se tratar do maior vestibular do país, é muito comum que surjam diversos tipos de dúvidas que atormentam a vida de quem está buscando uma vaga no nível superior.

Neste artigo, vamos responder uma questão muito comum entre os estudantes que já fizeram o Enem em alguma das versões passadas. Essa pergunta é a seguinte:

Será que posso usar o Enem de anos anteriores?

O governo federal criou algumas iniciativas para facilitar o acesso de estudantes ao ensino superior. A nota obtida no Enem é utilizada para classificar os candidatos inscritos nesses programas.

Alguns deles, como o Sisu e o ProUni, exigem que o estudante tenha feito a última edição do Enem. No entanto, existem situações em que o aluno pode apresentar a nota do Enem de anos anteriores para obter algum benefício.

Em casos em que são aceitas as notas de anos anteriores, só tem validade para as provas do Enem realizadas a partir de 2010, já que nesse ano a prova do Enem sofreu diversas alterações.

Por este motivo é que, na maioria dos casos, somente as notas obtidas a partir de 2010 possuem alguma vantagem para alcance de uma vaga no ensino superior.

Veja em quais situações é possível usar a nota do Enem de anos anteriores:

Entrar para uma universidade particular sem passar por processo seletivo

Muitas universidades particulares aceitam a nota do Enem como forma de ingresso direto, ou seja, basta o aluno apresentar a nota que obteve no exame, além de atingir o mínimo necessário para fazer a matrícula.

Cada instituição de ensino define suas próprias regras para preenchimento das vagas usando a nota do Enem. Vale a pena visitar o site da universidade em que você pretende estudar para obter mais informações sobre os procedimentos de matrícula.

Financiamento estudantil pelo Fies

O Fies (Fundo de Investimento Estudantil) é uma iniciativa do governo federal que tem como objetivo ajudar estudantes de baixa renda a conseguirem pagar a faculdade particular. Os cursos financiados são do tipo presencial.

É obrigatório ter feito o Enem, com obtenção de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na Redação para participar do Fies. São aceitas as notas de qualquer edição do Enem a partir de 2010.

Ganhar uma bolsa remanescente do ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudo para estudantes de baixa renda em faculdades particulares. As inscrições abrem duas vezes ao ano, geralmente, nos meses de janeiro e junho.

Por via de regra, somente quem fez a edição mais recente do Enem pode se inscrever no processo regular de distribuição das bolsas. 

Porém, o ProUni também abre outra seleção para distribuir as bolsas remanescentes. 

Nessa modalidade, onde as vagas não foram todas completadas no processo regular, os interessados podem utilizar as notas do Enem de qualquer edição a partir de 2010.

Descontos em faculdades particulares

Muitas faculdades particulares oferecem vantagens ao aluno que apresentar a nota do Enem. Se você pretende fazer um curso de graduação em uma instituição privada fique atento às possíveis promoções. 

Em alguns casos, é possível conseguir um desconto nas mensalidades.

Sobre o Enem

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma iniciativa do governo federal, para que todos os anos os alunos realizem uma prova que tem como objetivo medir o nível do ensino médio brasileiro.

Não é a toa que ele é conhecido como o maior vestibular do país, já que sua nota passou a ser usada como critério de seleção em importantes iniciativas do governo para democratizar o acesso ao ensino superior, além de servir até mesmo para substituir o vestibular tradicional!

Normalmente, o exame acontece em dois domingos seguidos e conta com quatro áreas do conhecimento:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia)
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia)
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira – Inglês ou Espanhol – e Artes)
  • Matemática e suas Tecnologias

Cada uma dessas quatro áreas tem 45 questões, totalizando 180. As questões do Enem são objetivas, de assinalar, com cinco alternativas: A, B, C, D e E.

Onde você pode estudar usando a nota do Enem?

Você pode usar suas notas do Enem para estudar nas mais diversas instituições do país, então existem opções aos montes.

Porém, lembre-se de escolher um lugar credenciado pelo Ministério da Educação, caso contrário, seu diploma não terá validade e todo o tempo e esforço dedicado será em vão.

Nesse caso, podemos indicar algumas faculdades que são referência de ensino e contam com o certificado de qualidade do MEC.

Você ainda conta com a opção de usar a sua nota no Enem para conseguir uma bolsa de estudos integral ou até 70% de desconto no valor da mensalidade.

Chegou a hora de utilizar a sua nota do Enem e conquistar uma vaga num curso de nível superior!

Veja também

Conheça os 10 cursos mais baratos

Teste vocacional

Pensando em utilizar a sua nota do Enem de anos anteriores? Compartilhe conosco nos comentários!