Saiba tudo sobre o ProUni 2019

Prouni — Escrito por

Daqui a pouco abrem as inscrições para o ProUni 2019. Milhares e milhares de estudantes de todo o Brasil vão se jogar na corrida para conseguir uma bolsa de estudos em faculdade privada de primeira linha.

Para muitas pessoas, é a grande chance do ano de conseguir finalmente entrar num curso superior sem pagar nada por isso.

Mas como qualquer processo seletivo do governo federal, o ProUni é cheio de detalhes que os participantes precisam observar.

Por isso, a gente ajuda você a entender tudo sobre o ProUni 2019: desde as datas de inscrição até as melhores faculdades onde tem bolsa disponível.

Veja a seguir!

Quando acontece o ProUni 2019

A primeira edição do ProUni 2019 vai acontecer entre os dias 31 de janeiro e 3 de fevereiro de 2019.

Durante esses quatros dias, os candidatos irão disputar uma entre as mais de 240 vagas disponíveis no sistema.

O resultado está previsto para sair no dia 6 de fevereiro.

A data da segunda edição, que acontece no meio do ano, ainda não foi definida.

Quem pode participar do ProUni 2019

Pode tentar o ProUni em 2019 quem se encaixar nos seguintes critérios:

  • Fez o Enem em 2018 e obteve pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter tirado zero na redação.
  • Tem renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.
  • Completou todo o ensino médio em escolas da rede pública, ou estudou na particular como bolsista integral.

O programa também aceita a inscrição de pessoas com deficiência e de professores efetivos da rede pública.

Como se inscrever no ProUni 2019

Se você atende aos requisitos para participar do ProUni, poderá se inscrever no programa somente durante a abertura da seleção (entre 31 de janeiro e 3 de fevereiro).

O interessado precisa acessar o site oficial do ProUni e informar o número de inscrição do Enem e a senha já cadastrada (caso tenha esquecido, dá para recuperar na hora).

Depois, terá de completar os seguintes dados:

  • Numero de telefone.
  • E-mail válido.
  • Informações socioeconômicas do candidato e de todos os membros do seu grupo familiar. Também será preciso informar a renda de cada um deles.

Lembre-se de que o processo seletivo do ProUni é realizado apenas no site oficial. Não aceite qualquer outra “alternativa”.

Como será a seleção do ProUni 2019

A seleção do ProUni 2019 segue os moldes das anteriores: o candidato pode escolher até dois cursos entre as opções disponíveis no sistema e terá que acompanhar o processo o tempo inteiro para ver se a nota obtida no Enem é suficiente para passar.

Essa etapa é importante porque as notas mínimas para entrar em cada curso podem mudar de acordo com a chegada de novos participantes. Como a primeira edição normalmente é a mais concorrida, você não deve abrir mão desse processo.

Os aprovados no processo seletivo devem ser convocados em até duas chamadas sucessivas. A primeira lista sai no dia 6 de fevereiro e a segunda, no dia 20 do mesmo mês.

Os aprovados em primeira chamada devem comparecer à faculdade onde conseguiram bolsa munidos de todos os documentos necessários para efetuar a matrícula entre os dias 6 e 14 de fevereiro. Quem passar em segunda chamada deve comparecer entre os dias 20 e 27 de fevereiro.

Os que não forem convocados em nenhuma das duas chamadas ainda poderão tentar a lista de espera. As inscrições abrem somente entre os dias 7 e 8 de março. As chamadas devem ocorrer a partir do dia 11 de março.

O que fazer se não conseguir passar no ProUni 2019

Se não conseguir passar no ProUni 2019, não tem por que desanimar. Além de haver um segundo processo seletivo no segundo semestre, dá para tentar outras concorrências que também usam uma nota do Enem.

É o caso, por exemplo, do FIES, o programa de financiamento facilitado do governo federal. Com ele, dá para conseguir ajuda para pagar o curso superior e só começar a quitar a dívida depois da formatura, com juros baixos e um prazo generoso. Participar do FIES é ainda mais fácil que do ProUni: basta apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas de qualquer Enem a partir de 2010, sem ter zerado a redação, e ter renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos por pessoa. A seleção geralmente é menos concorrida.

E para quem prefere simplicidade e objetividade, o ingresso direto está aí. Com ele, o candidato só precisa apresentar a nota obtida em qualquer Enem a partir de 2010 para garantir vaga em boas faculdades particulares. Aqui não é preciso comprovar renda nem passar por uma seleção complicada.

Faculdades que aceitam o ProUni 2019

Se você vai prestar o ProUni, não precisa ter receio: todas as faculdades disponíveis no sistema são reconhecidas pelo MEC e só podem oferecer cursos bem avaliados.

Sem falar que é o único programa federal que também oferece bolsas em cursos a distância.

Qualquer que seja sua escolha, é sempre bom “estudar” as instituições participantes com o máximo de antecedência possível. Por isso a gente separou algumas bem legais para você conhecer a partir de agora. Além do ProUni, elas também trabalham com o FIES e/ou ingresso direto. Conheça:

 

Veja também:

Saiba tudo sobre o Sisu 2019 e como entrar na faculdade

 

Vai participar do ProUni em 2019? Conte para gente em qual curso você vai tentar a vaga!

Comente