O Programa Universidade para Todos é aquele que todos os anos concede bolsas de estudos em tudo quanto é tipo de curso.

A primeira edição de 2020 distribuiu a maior parte delas, mas ainda tem mais por vir.

Daqui a pouco milhares de candidatos de todos o Brasil vão poder concorrer ao benefício novamente.

Que tal começar a se preparar desde agora?

A seguir, saiba tudo sobre o ProUni do segundo semestre de 2020!

Quando começa o ProUni do segundo semestre de 2020

A segunda edição do ProUni 2020 deve acontecer em junho.

O edital com as datas exatas e o detalhamento de todos os procedimentos deve ser divulgado algumas semanas antes.

O ProUni do segundo semestre vai seguir o mesmo modelo da edição principal, que aconteceu no início do ano.

Ou seja: teremos uma seleção que dura quatro dias, de terça a sexta-feira, com os resultados saindo na segunda-feira seguinte.

A única diferença para a edição anterior está no número de bolsas disponíveis: a do segundo semestre é normalmente um pouco menor, com cerca de 170 mil bolsas – a maioria parcial (que paga metade do valor das mensalidades).

Para se inscrever, o candidato deve acessar o site oficial do ProUni durante o período determinado, informar o número de inscrição no Enem e a senha, depois preencher com cuidado todos os dados necessários.

O sistema permite escolher até dois cursos, em ordem de preferência, entre os disponíveis na plataforma.

Quem pode participar do ProUni do segundo semestre de 2020

Para participar do segundo ProUni de 2020 o candidato precisa atender a certos requisitos:

  • Ter feito o Enem 2019, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.
  • Ter concluído o ensino médio em escola da rede pública, ou na particular como bolsa integral.
  • Comprovar renda familiar de até 1,5 salário por pessoa para tentar bolsa integral.
  • Ter renda familiar mensal bruta de até 3 salários mínimos por pessoa para concorrer a bolsas parciais.
  • Não ter diploma de nível superior.

O ProUni pode ser feito também por professores da rede pública e por pessoas com deficiência. Nesses casos não é obrigatório se encaixar em todos os requisitos acima.

Como conseguir bolsa no ProUni do segundo semestre de 2020

Concorrer a uma bolsa pelo ProUni vai exigir um certo jogo de cintura.

Isso porque o processo seletivo é bastante concorrido, e só quem tem boas notas no Enem vai entrar.

Nos quatro dias de seleção, os candidatos precisarão acompanhar a evolução das notas de corte diariamente. Se elas subirem muito, o sistema permite mudar de opção quantas vezes for preciso, até encontrar uma vaga mais fácil de entrar.

O ProUni tem bolsas em cursos presenciais e a distância em faculdades privadas bem avaliadas pelo MEC.

Caso consiga a bolsa, o candidato selecionado tem um prazo para apresentar a documentação necessária e formalizar o benefício.

Os que não forem convocados na primeira chamada ainda terão outras duas chances de conseguir a bolsa, pela segunda chamada e pela lista de espera.

O processo todo pode se estender por várias semanas.

Outras seleções para tentar vaga ainda no segundo semestre de 2020

O ProUni não é o único processo seletivo do segundo semestre de 2020.

Além dele, deve rolar ainda o FIES 2020.2, o programa que distribui crédito estudantil a quem precisa de uma forcinha para pagar os estudos de um curso superior.

O governo oferece o financiamento a juros baixos e, de quebra, ainda dá um prazo bem longo para pagamento da dívida.

O FIES pode ser utilizado para pagar cursos presenciais em boas faculdades privadas por todo o país. As parcelas só começam a ser cobradas depois da formatura.

A seleção do FIES tem moldes similares à do ProUni, mas permite a participação de pessoas que fizeram qualquer edição do Enem a partir de 2010 e atendem aos critérios de desempenho no exame e renda familiar definidos no edital de convocação.

Ah, não se interessa por financiamento?

Pois no segundo semestre tem também o ingresso direto, aquela modalidade de entrada facilitada em faculdades privadas com a nota do Enem. Basta, para isso, apresentar o desempenho obtido nas provas e fazer a matrícula em cursos presenciais e EAD em todas as áreas.

A vantagem desse sistema é não precisar passar por vestibulares ou qualquer outro processo seletivo trabalhoso.

Depois do ingresso direto e do FIES do segundo semestre, as próximas chances de entrar na faculdade com a nota do Enem só pintarão novamente a partir de janeiro de 2021.

Onde estudar no segundo semestre de 2020

Como está sua pesquisa por faculdades para estudar com bolsa do ProUni, financiamento do FIES ou pelo ingresso direto?

Bom, se você ainda não tem uma lista na cabeça é bom se apressar. Os processos seletivos começam daqui a pouco e quanto mais preparado você estiver, maiores serão suas chances de se dar bem.

Para ajudar você no caminho até a faculdade, a gente separou algumas instituições que valem a pena.

São faculdades reconhecidas, bem avaliadas pelo MEC e que oferecem cursos presenciais e a distância em diversas áreas.

Clique e conheça:

Veja também:

Descubra que nota você precisa tirar no Enem pra ganhar bolsa

E aí, está se preparando para o ProUni do segundo semestre? Conte para a gente qual curso você quer fazer!