Conheça a prova do Enem e se prepare para ir bem na prova

Enem — Escrito por

Entenda como é a prova do Enem, aprenda a se preparar para tirar uma boa nota e veja como usar seu resultado para entrar na faculdade!

Para ter um bom desempenho na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é importante conhecer a estrutura do exame, pois assim você já sabe o que esperar e pode se preparar adequadamente.

O Enem se tornou o principal mecanismo de ingresso no ensino superior no Brasil, já que diversas instituições públicas e privadas utilizam a nota do exame para selecionar seus estudantes, em vez de aplicar o vestibular tradicional.

Veja a seguir todas as informações sobre a prova do Enem e saiba como se preparar para garantir um bom resultado. Conheça ainda as opções de como usar a nota do Enem para ingressar na faculdade. Vamos lá!

Como é a prova do Enem?

As provas do Enem costumam ser aplicadas em dois domingos consecutivos, no mês de novembro. Os candidatos precisam fazer ao todo 4 provas objetivas, cada uma contendo 45 questões de múltipla escolha, mais uma redação.

As provas avaliam as seguintes áreas do conhecimento:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia.
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática.

Redação do Enem

A redação do Enem que, na verdade, faz parte das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, consiste na elaboração de um texto em prosa, seguindo a estrutura argumentativa-dissertativa, de até 30 linhas.

O texto deve ser elaborado a partir de uma questão social, cultural, científica ou política proposta na prova. Essa questão é o chamado tema da redação do Enem.

Como a prova do Enem é corrigida?

As provas objetivas são corrigidas a partir de uma metodologia complexa chamada Teoria de Resposta ao Item, que atribui pesos diferentes às questões, levando em consideração o padrão de resposta dos candidatos.

Por isso, não é possível calcular a nota do Enem a partir dos gabaritos, pelo número de acertos, pois dois candidatos que acertaram o mesmo número de questões na mesma prova podem ter notas diferentes.

Já as redações são corrigidas individualmente e passam pela avaliação de, no mínimo, dois corretores. A correção avalia 5 competências e cada uma vale 200 pontos:

  • Domínio da Língua Portuguesa formal escrita.
  • Compreensão da proposta de redação.
  • Capacidade de selecionar e organizar informações, fatos e argumentos.
  • Construção argumentativa.
  • Capacidade de formular uma proposta de intervenção para o tema que respeite os direitos humanos.

Assim, a nota máxima que se pode tirar na redação do Enem é 1.000 (mil).

Como se preparar para o Enem

Ao buscar mais informações sobre a prova do Enem, você já começou a se preparar!

Também é importante estudar e revisar os conteúdos que são cobrados com mais frequência em cada área do conhecimento, além de fazer provas anteriores para treinar.

As provas e gabaritos de edições anteriores do Enem podem ser acessados no site do Inep.

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Depois de fazer o Enem, é hora de usar seu resultado para ingressar na universidade e dar o próximo passo rumo a um futuro cheio de oportunidades!

Existem diferentes formas de usar a nota do Enem para entrar na faculdade:

  • Tentar uma vaga em instituições públicas pelo Sisu.
  • Participar do ProUni para concorrer a bolsas de estudos em instituições privadas.
  • Tentar um financiamento pelo FIES.
  • Ingressar de forma direta em uma faculdade particular com bolsa de estudos (ingresso direto).

Para se inscrever no Sisu, o candidato precisa ter feito a última edição do Enem e obtido nota acima de zero na redação. Porém, como a concorrência é grande, a pontuação mínima para conseguir uma vaga (nota de corte) pode ser bem alta, de acordo com o curso.

Para participar do ProUni, é exigida pontuação geral igual ou maior que 450 e nota acima de zero na redação (na última edição do Enem). Há também uma série de requisitos socioeconômicos, incluindo limites de renda familiar, para poder concorrer às bolsas.

Já o FIES permite que o estudante financie as mensalidades da faculdade para quitar a dívida após se formar. Também exige pontuação mínima de 450 e nota maior que zero na redação como pré-requisitos, além de estipular limites de renda mensal.

O ingresso direto, por sua vez, é o jeito mais simples e rápido de entrar na faculdade e obter uma bolsa de estudos.

Ao optar por utilizar a nota do Enem, o candidato fica automaticamente dispensado de fazer o vestibular interno da instituição.

E, como a bolsa é concedida diretamente pela faculdade, o processo é rápido e sem burocracia, diferente dos programas do governo (ProUni e FIES). Geralmente o percentual de desconto da bolsa varia conforme a pontuação do candidato no Enem e pode chegar a 100%.

Segue uma lista de faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem para ingresso direto e concedem bolsas de estudos:

Veja também:

Saiba como entrar no site oficial do Enem

Conheça os conteúdos que caem mais frequentemente no Enem

Depois conhecer a prova do Enem e saber como se preparar, deixe sua resposta nos comentários: qual faculdade você quer fazer?

Comente