Fazer o Enem sem precisar pagar a taxa de inscrição certamente é uma boa maneira de economizar.

Para aproveitar essa chance, o candidato precisa estar atento às datas e acompanhar de perto a resposta do Ministério da Educação (MEC).

Tudo isso é efeito de forma simples, algumas semanas antes da abertura das inscrições gerais.

Abaixo, descubra quando sai o resultado da isenção do Enem 2020!

A isenção do Enem 2020

A isenção da taxa de inscrição é um benefício que a organização do Enem oferece todos os anos a alguns candidatos.

Pode solicitar apenas quem está terminando o ensino médio em escola pública ou se encaixa em certo perfil socioeconômico.

O MEC começa a receber os pedidos de isenção cerca de 40 dias antes da abertura das inscrições gerais do Enem. Em 2020, isso deve acontecer no final de março ou início de abril – as datas exatas são conhecidas só quando o edital do exame for divulgado, possivelmente no início de março.

Podem solicitar isenção os candidatos que:

  • Estejam matriculados no último ano do ensino médio em escolas da rede pública de ensino.
  • Tenham concluído o ensino médio em escola pública e apresentem renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Quem estudou como bolsista integral em escola da rede privada também pode participar, desde que se enquadre no requisito de renda.
  • Candidatos de baixa renda que estejam cadastrados em programas sociais do governo e que tenham Número de Identificação Social (NIS) válido. A renda familiar mensal total deve ser de até três salários mínimos, ou de até meio salário mínimo por pessoa.

Quando sai o resultado da isenção do Enem 2020

Considerando que o recebimento dos pedidos de isenção comece entre o final de março e o início de abril de 2020, os resultados devem sair cerca de dez dias mais tarde.

Tanto a solicitação quanto os resultados devem ser feitos e consultados no site oficial do Enem.

Para iniciar o processo de solicitação basta informar o número de CPF e data de nascimento e preencher uma série de informações.

O candidato que conseguir isenção terá que fazer a inscrição geral do Enem 2020 normalmente, como todos os outros.

As inscrições do Enem 2020 devem acontecer em maio, em data a ser divulgada no edital.

Quem não conseguir pode tentar a isenção novamente por meio do mecanismo de contestação, que abre alguns dias após a divulgação dos resultados.

Caso não consiga a isenção nessa segunda etapa, o candidato só conseguirá fazer o Enem 2020 pagando a taxa de inscrição.

Outro detalhe importante: quem ganhou isenção no ano anterior e não foi fazer as provas só vai conseguir o benefício novamente se apresentar uma justificativa coerente ao MEC. A organização só concede isenção novamente se o candidato tiver faltado por motivos de força maior, como problemas de saúde, trabalho, justiça e afins. É necessário apresentar atestado médico, boletim de ocorrência, declaração formal da empresa, etc.

Como usar a nota do Enem 2020 para entrar na faculdade

Quem fizer o Enem 2020, com ou sem isenção da taxa de inscrição, vai poder aproveitar algumas das maiores oportunidades de entrar no ensino superior.

A partir de janeiro de 2021 a corrida começa com o Sisu, o programa de acesso a universidades públicas por todo o Brasil. Participar é simples: basta ter feito Enem 2020 e tirado nota acima de zero na redação. A seleção distribui cerca de 300 mil vagas em duas edições, no primeiro e no segundo semestre.

Depois do Sisu começa o ProUni, o programa que concede bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares bem avaliadas pelo MEC. Podem participar os candidatos que tiveram boa nota no Enem 2020 e atendem aos requisitos de renda e formação escolar.

Além deles tem o FIES, o programa de crédito estudantil que permite estudar numa faculdade privada e só começar a pagar as mensalidades depois da formatura, com prazo longo e juros baixos. Para isso dá para usar a nota de qualquer Enem a partir de 2010 e atender ao critério de renda familiar. Assim como os demais, também tem duas edições por ano.

Para finalizar tem o ingresso direto, uma forma de entrar na faculdade privada sem precisar fazer o vestibular da instituição. O interessado só precisa ter feito qualquer edição do Enem (inclusive a de 2020). Está disponível num grande número de instituições de ensino e vale para cursos presenciais e a distância em todas as áreas.

Faculdades que aceitam a nota do Enem 2020

Basta uma rápida pesquisa para descobrir que o Enem é aceito em centenas de faculdades pelo país, seja na rede pública ou particular de ensino.

Para se dar bem nos processos seletivos de 2021 é bom já chegar na disputa sabendo exatamente onde deseja estudar.

Nossa recomendação: escolha apenas faculdades bem avaliadas pelo MEC – que oferecem ensino de qualidade aliado a uma boa receptividade no mercado de trabalho.

A gente tem sugestões interessantes para você:

Veja também:

Descubra se existe uma lista de aprovados do Enem 2020

Tudo certo quanto ao resultado da isenção do Enem 2020? Qualquer dúvida manda pra gente!