Comparando com outros cursos tradicionais da área da Saúde – como Medicina, Enfermagem ou Fisioterapia, por exemplo – a graduação em Farmácia está entre as que apresentam as menores notas de corte.

É claro que tudo depende do caminho que você vai usar para tentar a vaga.

Enquanto para entrar na universidade pública pelo Sisu as notas são mais elevadas, para conseguir o financiamento do FIES as notas de corte bem mais acessíveis.

E também dá para tentar entrar em Farmácia por meio de uma bolsa do ProUni ou optar pelo acesso direto, sem precisar fazer vestibular. Nesse último caso, a pontuação solicitada pode ser ainda menor!

Entenda agora mesmo todos os caminhos para conseguir a sua vaga em Farmácia e quantos pontos no Enem você vai precisar!

Pontos no Enem para entrar em Farmácia pelo Sisu

De todos os programas do governo, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o mais difícil. Ele trabalha com um número limitado universidades públicas (federais e estaduais), que têm muito menos vagas quando comparadas às faculdades privadas.

Por isso, a disputa é mais acirrada, o que faz com que as notas de corte cheguem às alturas.

Analisando os resultados de edições anteriores, vemos que o mínimo para entrar em Farmácia fica por volta dos 650 no Enem. A média nacional é de 690 e as maiores notas superam os 800 pontos!

Para participar do Sisu, o candidato tem que ter prestado o Enem mais recente e não pode ter zerado na prova de redação.

Pontos no Enem para entrar em Farmácia pelo ProUni

O ProUni é mais tranquilo. Conforme verificamos em edições mais recentes, 530 pontos no Enem já são suficientes para conseguir a vaga em Farmácia em algumas universidades. As maiores notas de corte ficam por volta de 732. A média nacional fica em 628.

Só pra lembrar, o Programa Universidade para Todos (ProUni) distribui bolsas de estudo para faculdades particulares, em cursos presenciais e a distância. As bolsas podem ser integrais (de 100%) ou parciais (50%).

Para participar, o candidato tem que se encaixar nos critérios socioeconômicos estabelecidos pelo programa, já que ele foi criado para atender aos estudantes de baixa renda.

A inscrição está condicionada a um desempenho mínimo no Enem mais recente: pelo menos 450 pontos na média geral das provas e mais do que zero na redação.

Pontos no Enem para entrar em Farmácia pelo FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é o mais acessível dos três programas governamentais, mas o candidato também tem que corresponder a critérios de baixa renda.

Para se inscrever, vale usar o desempenho em qualquer edição do Enem a partir de 2010. Assim como no ProUni, a pontuação também deve ser de pelo menos 450 na média das provas e mais do que zero na redação.

Só que, no caso do FIES, com pouco mais do que a nota mínima exigida para se inscrever já é possível a entrada em Farmácia.

Recentemente, a menor nota para entrar em Farmácia pelo FIES tem ficado em torno de 450 (a maior nota de corte chega perto de 700 e a média nacional, de 555).

Pra quem ainda não sabe, o FIES beneficia os estudantes com o financiamento das mensalidades. O aluno vai adquirindo uma dívida durante a faculdade, mas só precisa começar a pagá-la depois que terminar o curso, em várias parcelas e com juros bem baixos.

Pontos no Enem para entrar em Farmácia por acesso direto

Pode ser que você não se encaixe nos critérios socioeconômicos do ProUni e do FIES. Pode ser também que não chegue à pontuação suficiente para entrar em Farmácia pelo Sisu. Não tem problema.

Muitas universidades particulares em todo o Brasil aderiram ao sistema de seleção de alunos por meio das notas do Enem. Na maioria dos casos, não é nem preciso fazer vestibular (em outros, o aluno faz o vestibular e completa seus pontos com a nota do Enem).

Um bom exemplo é a Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), que oferece o curso de Farmácia e aceita o ingresso via Enem.

A pontuação necessária para passar varia de acordo com fatores como número de vagas, quantidade de candidatos e suas pontuações.

Além disso, cada instituição estabelece suas próprias normas e o mais indicado é entrar em contato direto com a faculdade de seu interesse para ver suas regras específicas.

Mas sabemos que a partir de 300 pontos no Enem já é possível batalhar por uma vaga no curso de Farmácia em muitas universidades que aceitam os pontos do Enem como forma de seleção.

Faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam o Enem para o curso de Farmácia

Anote agora algumas sugestões de faculdades que aceitam as notas do Enem como critério de seleção e também trabalham com programas governamentais para alunos de baixa renda.

E importante: todas elas oferecem cursos de Farmácia reconhecidos e bem avaliados pelo Ministério da Educação (MEC). Isso garante a validade do diploma em todo o Brasil!

Veja também:

Veja quantas questões tem que acertar no Enem para tirar 700

O que achou da pontuação para passar em Farmácia? Está preparado para conseguir sua vaga? Comente!