Descubra quantos pontos são necessários pra passar no Enem

Enem — Escrito por

Dez entre cada dez participantes do Enem querem tirar uma boa nota nas provas. E você já deve imaginar o porquê.

Primeiro de tudo, porque o exame comprova que a gente domina mesmo os conteúdos do ensino médio.

Depois – e mais importante – porque uma pontuação de respeito abre caminho para uma vaga na universidade.

Não é à toa que a gente se desdobra dia e noite estudando para as provas, tentando dominar o máximo de conteúdos possível!

Se você também quer entrar na faculdade, descubra quantos pontos são necessários para passar no Enem e de quais processos seletivos você vai poder participar usando a nota dessa prova!

Quantos pontos são necessários para passar no Enem

Bom, antes de mais nada vamos ajustar uma coisinha aqui: a gente não “passa” no Enem, e sim nos processos seletivos e programas que usam a nota do exame.

São pelo menos quatro: ProUni, Sisu, FIES e ingresso direto.

Todos eles só concedem vaga aos alunos com as melhores notas.

Conheça agora os pontos necessários para passar em cada um:

Pontos necessários para passar no Sisu

O Sisu é um processo seletivo automatizado que distribui vaga em universidades públicas de todo o país. É o objeto de desejo da maioria dos participantes que fazem o Enem. Por isso mesmo, é também o mais concorrido.

A nota para passar nos cursos de média concorrência fica em torno de 680 pontos! Essa pontuação permite entrar em cursos como Administração, Jornalismo, Farmácia, Engenharia Mecânica ou Arquitetura e Urbanismo.

Já nos cursos mais concorridos, a disputa pega fogo. Quer fazer Medicina? É quase impossível conseguir vaga com menos de 750 pontos – às vezes, em instituições mais tradicionais, esse número sobe para próximo de 900 pontos! Engenharia Civil e alguns cursos de Direito também ficam nesse patamar.

Mas calma, que nem tudo é pedreira. Até no Sisu às vezes a gente encontra um curso ou outro dando sopa com pontuações mais baixas. É o caso de algumas licenciaturas, como Geografia, Física, Química, Ciências Biológicas, etc., e alguns superiores de tecnologia, como Gestão Financeira, Gestão de Recursos Humanos, Antropologia, Gestão Comercial e vários outros. Às vezes dá para conseguir entrar com pouco mais de 580 pontos.

Abaixo disso? Só se você tiver muita, muita sorte!

Para participar do Sisu, o interessado só precisa ter feito o Enem mais recente e não ter tirado zero na redação. São duas oportunidades por ano, para começar as aulas no primeiro e no segundo semestre.

Pontos necessários para passar no ProUni

O ProUni é o programa que dá bolsas de estudos (integrais e parciais) em faculdades privadas. Como é direcionado a um público específico, o processo seletivo exige que o participante se encaixe em certos perfis de renda, formação escolar e desempenho no Enem.

A pontuação mínima para participar é de 450 na média das provas do Enem mais recente, sem ter zerado a redação.

Com essa nota dá para encontrar vagas em cursos a distância, em algumas licenciaturas ou cursos de tecnólogo, mas vai exigir bastante pesquisa e uma boa dose de sorte. O mínimo geralmente fica em 530 pontos.

Uma nota que garante sucesso em boa parte das opções disponíveis é de pelo menos 620 pontos.

Mas se seu negócio é Medicina, Engenharia ou Direito em uma faculdade muito procurada, prepare-se para entrar na disputa com pontuação igual ou acima de 700 pontos.

O ProUni também abre vaga duas vezes ao ano.

Pontos necessários para passar no FIES

O FIES não oferece vagas em faculdades, mas financiamento estudantil a juros baixos e prazo longo para quitar a dívida.

Para quem precisa fazer um curso superior e está sem grana, é uma boa. Só que o financiamento também é concedido mediante processo seletivo.

Aqui, felizmente, a concorrência dá uma aliviada. A nota média para conseguir financiar a maioria dos cursos é de 560 pontos. A mínima para participar é de 450 pontos, sem ter zerado a redação.

Com um desempenho um pouco acima do mínimo dá para entrar em tecnólogos (Logística, Marketing, Comunicação Institucional, etc.), cursos de licenciatura (Letras, História, Matemática, etc.) e alguns bacharelados menos concorridos (como Serviço Social, por exemplo).

Entre os mais procurados, claro, a nota sobe. Para financiar o curso de Medicina, por exemplo, é preciso uma pontuação próxima de 700 pontos.

Direito, Engenharia e alguns cursos da área médica (como Farmácia, Psicologia ou Nutrição), muitas vezes pedem pontuação de 600 pontos.

A exemplo do ProUni, o FIES também faz algumas exigências de renda aos estudantes. Ah, e tem outro detalhe: é possível utilizar a nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010. São duas seleções por ano.

Pontos necessários para passar no Ingresso Direto

O ingresso direto é o processo mais tranquilo de todos. Não tem correria, não tem sufoco, não tem dificuldade de conseguir vaga. Com ele, quem fez o Enem e quer tentar vaga em faculdade particular só precisa informar as notas obtidas e alcançar a pontuação solicitada para aquele curso.

Se o interessado tiver nota igual ou maior que a mínima definida pela faculdade, já garante o direito à vaga. Aí é só levar o boletim de desempenho do Enem junto com os documentos necessários e efetuar a matrícula.

A vantagem é que, aqui, as médias geralmente são bem mais tranquilas do que as exigidas no ProUni, no Sisu ou no FIES.

Só que a gente não consegue apontar uma ideia de quanto é necessário para passar porque o número varia bastante de acordo com a faculdade e o curso escolhido. Para tirar suas dúvidas, recomendamos entrar em contato com a faculdade desejada!

Normalmente, no ingresso direto dá para usar notas de qualquer Enem a partir de 2010.

Faculdades onde você pode passar com os pontos do Enem

Como você viu, dá para passar em faculdades públicas e particulares com a pontuação do Enem.

A dica é usar sua nota em faculdades que realmente valham a pena, que tenham reconhecimento do MEC e sejam bem vistas no mercado de trabalho.

Quer algumas indicações? Nós temos para você!

Veja também:

Descubra quem pode pedir isenção no Enem

O que achou dos pontos para passar no Enem? Dá para encarar? Troque uma ideia com a gente nos comentários!

Comente