Saiba que nota precisa tirar no Enem pra conseguir FIES 2020

Fies — Escrito por

Sabe o que é mais legal do que conquistar o sonho de cursar uma faculdade? Fazer isso sem se preocupar com o orçamento.

Quem dá essa tranquilidade é o FIES, um programa de financiamento estudantil do governo federal que ajuda a pagar a mensalidade do curso superior e só vai cobrar a dívida depois da formatura, a juros baixos e parcelas diluídas em muitos e muitos anos.

Em 2020, são duas chances de concorrer ao FIES: no início e no meio do ano.

Sim, concorrer. É que para ganhar o benefício você vai precisar passar por um processo seletivo que usa como critério a nota do Enem.

Mas que nota precisa tirar no Enem pra conseguir o FIES em 2020?

É isso que vamos ver agora! E também ótimas alternativas para quem não entrou no FIES.

Confira!

Nota do Enem para se inscrever no FIES 2020

O FIES impõe algumas condições para concorrer ao financiamento.

A primeira delas é econômica. A renda familiar bruta mensal deve ser de até cinco salários mínimos por pessoa. Mas isso depende do contrato e do semestre. O ideal é verificar o edital do FIES 2020 do período em que você planeja concorrer: no começo ou no meio do ano.

A outra condição para tentar o FIES é o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio, nosso famoso Enem.

O candidato deve apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Para descobrir se você pode participar, some a nota obtida em cada uma das cinco provas (Linguagens, Ciências Humanas, Matemática, Ciências da Natureza e Redação) e divida por cinco.

Você vai poder usar a média de qualquer edição do Enem a partir de 2020.

Lembramos mais uma vez: não pode ter zerado na redação!

Não sabe mais que nota tirou no Enem ou não está a fim de calcular? Sem problema. Quando abrirem as inscrições do FIES 2020, entre no site oficial e inicie seu cadastro. Ao digitar seu CPF, o sistema consegue recuperar as notas que você tirou no Enem. Ali vai dar pra ver se você cumpre ou não esse requisito.

Nota do Enem pra conseguir o FIES 2020

Muito bem. Conseguimos atravessar a primeira peneira, que é atender aos requisitos de inscrição.

A concorrência do FIES pode ser pesada em alguns cursos, então essa nota mínima de 450 pontos pode não ser suficiente para conquistar sua vaga.

É importante saber que a nota necessária para passar no FIES varia bastante de acordo com o curso, a faculdade, o campus e o turno de estudos. Além disso, ela pode mudar de acordo com a edição do processo seletivo. No caso de 2020, a nota para entrar no primeiro semestre pode ser diferente da do segundo.

Mas e agora, como é que eu vou saber se a minha nota do Enem vai ser suficiente?

Calma que a gente ajuda!

Temos duas atividades aqui que vão facilitar esse entendimento. Uma é olhar para o histórico do que vem acontecendo nas últimas edições do FIES – pode deixar essa com a gente. A outra é ficar de olho nas notas de corte parciais (já vamos explicar como se faz isso).

Quanto ao histórico, o que observamos é que até existem vagas em que dá para entrar com o desempenho mínimo no Enem, mas o melhor mesmo é chegar com uma pontuação maior para aumentar as chances de sucesso.

Administração, um dos cursos mais procurados, exige em média 550 pontos, mas em algumas faculdades dá para entrar com 450, enquanto em outras só consegue vaga quem tem acima de 680 pontos na média das provas.

Direito, outra graduação muito procurada, tem nota de corte média próxima aos 610 pontos, podendo superar os 760 em alguns casos.

Medicina, que sempre é mais difícil de passar em qualquer processo seletivo, pede em média 760 pontos, com mínimas de 720 e máximas de 830.

No geral, com 600 dá para financiar uma boa quantidade de cursos com o FIES.

Deu para ter uma ideia?

Agora vamos contar o pulo do gato: monitorar as notas de corte parciais.

Para isso, você vai precisar se inscrever no FIES logo que as inscrições abrirem e entrar no sistema todos os dias. Ali você vai poder consultar as notas de corte parciais para os cursos que escolheu. A ideia aqui é verificar se você ainda está na disputa.

Imagine a nota de corte como uma fronteira. Quem estiver acima dela, passa. Quem estiver abaixo, não consegue vaga. Ou seja, se a nota de corte for mais alta do que seu desempenho no Enem, você já ficou de fora. E se a nota de corte parcial estiver mais baixa do que o seu desempenho no Enem, significa que possivelmente você estará entre os classificados.

Enfatizamos o “possivelmente” porque a nota de corte parcial muda o tempo todo, conforme novas pessoas vão entrando no processo.

Mas e aí? O que fazer com isso?

É aqui que você pode comandar o seu destino. Procurando uma vaga com nota de corte mais baixa do que o seu desempenho no Enem, você aumenta radicalmente as suas chances de entrar. Captou a estratégia?

Alternativas ao FIES 2020

A gente quer que você conquiste o seu sonho de fazer uma graduação, mesmo que não consiga ou não queira o FIES.

É por isso que queremos contar que existem alternativas tão interessantes quanto, só que sem toda a disputa acirrada e burocracia dos processos seletivos nacionais.

O segredo?

Consulte as vantagens oferecidas pelas próprias faculdades. E elas são muitas!

Procurando bem você encontra belos descontos, bolsas de estudos, convênios e até financiamento facilitado, sem grandes papeladas. E o melhor: enquanto o FIES só financia cursos presenciais, nessas outras possibilidades você encontra também cursos semipresenciais e a distância!

Onde estudar

Selecionamos para você ótimas faculdades onde você pode conquistar o seu sonho com a certeza de receber um diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e valorizado no mercado.

Todas elas trabalham com bolsas, descontos e financiamentos sem burocracia. Algumas delas estão também no FIES.

Clique e conheça:

Veja também:

Entenda como é feita a nota de corte do FIES

Vai tentar o FIES 2020? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente