Descubra que nota precisa tirar no Enem pra passar em Design

Enem — Escrito por

Saiba quais são as notas de corte no Enem para fazer o curso superior de Design em faculdades públicas e particulares.

Você pretende fazer faculdade de Design? Se você se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, fique atento à nota mínima que precisa tirar para ingressar nas principais universidades.

Existem diversas maneiras de usar a nota do Enem para entrar na faculdade.

Entre as opções mais concorridas estão o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usado por universidades públicas, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições particulares para estudantes de baixa renda.

O resultado do Enem também pode ser usado para obter financiamento estudantil, complementar a nota em vestibulares tradicionais e para ingresso direto em faculdades particulares.

Nota de corte para Design

As notas de corte para disputar uma vaga no curso superior de Design via Sisu, ProUni ou Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) são divulgadas após a realização das provas do Enem e a inscrição dos candidatos interessados nos programas

Como tudo depende do desempenho dos candidatos que disputam as mesmas vagas e de como eles serão classificados, as notas variam de um ano para o outro e de uma universidade para a outra.

Mas é possível ter uma ideia da pontuação necessária observando as edições passadas dos sistemas de seleção.

No Sisu

A nota de corte média para Design no Sisu ficou em 680 nos últimos anos. Lembrando que a pontuação geral no Enem costuma variar de 270 a 900 pontos.

A instituição com nota de corte mais baixa para Design no Sisu é a Universidade Federal da Paraíba, com 624 pontos para os candidatos ao curso em turno integral. A mais alta é a da Universidade Federal de Santa Catarina, também no turno integral: 728 pontos.

De maneira geral, os cursos noturnos de Design apresentam notas de corte mais altas, a partir de 674 pontos.

No Sisu, as instituições podem atribuir pesos diferentes às notas das provas do Enem. Assim, é possível que a pontuação geral do candidato, dentro do sistema, mude de acordo com o curso e a instituição escolhida.

As universidades federais que participam do Sisu têm programas de cotas para estudantes que fizeram o ensino médio em escola pública.

Algumas dessas instituições também participam de ações afirmativas, com vagas prioritárias para candidatos indígenas, negros e pardos. Para esses estudantes, o valor da nota de corte também pode ser diferente da média geral.

No ProUni

Para candidatos às bolsas do ProUni, as notas de corte para o curso de Design têm variado de 532 a 705 pontos, de acordo com a instituição de ensino e o turno escolhido. A média para todo o país é de 620 pontos.

Vale lembrar que, para se inscrever no ProUni, é preciso cumprir algumas outras exigências além do bom resultado no Enem:

  • Candidatos a bolsas integrais (100%) devem comprovar renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Candidatos a bolsas parciais (50%) devem comprovar renda familiar de até três salários mínimos e meio por pessoa.
  • Os candidatos devem ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.

No FIES

Já para os candidatos ao FIES, programa de financiamento estudantil do Ministério da Educação (MEC), a nota de corte média do curso de Design ficou em 580 pontos nas últimas edições do Enem, variando de 462 a 745 pontos segundo a universidade escolhida.

As regras gerais do FIES são as seguintes:

  • Ter obtido pelo menos 450 pontos no Enem, sem zerar na redação.
  • Comprovar renda familiar mensal de até 3 ou 5 salários mínimos, dependendo da modalidade de financiamento.

Infelizmente, o acesso ao FIES tem ficado cada vez mais difícil. Estudantes interessados em cursos de áreas prioritárias, como Saúde e Licenciatura (formação de professores), encontram mais facilidade.

A boa notícia é que existem universidades particulares que oferecem opções de bolsas e descontos sem burocracia.

Para ingresso direto

Sua nota do Enem também pode garantir ingresso direto (sem vestibular) em instituições particulares reconhecidas e com boa avaliação pelo MEC.

As regras variam entre as faculdades: enquanto algumas pedem uma nota mínima no Enem, outras exigem apenas não ter zerado nas provas e na redação. 

A Cruzeiro do Sul Virtual, por exemplo, oferece ingresso direto para quem fez 300 pontos ou mais no Enem. O mesmo vale para a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID).

Dependendo do seu desempenho no exame, também é possível conseguir uma bolsa de estudos parcial ou integral, efetuar a matrícula e já começar a estudar.

Selecionamos algumas universidades grandes, reconhecidas e bem avaliadas que oferecem o curso superior de Design, aceitam o Enem em seus processos seletivos e têm programas próprios de descontos e bolsas:

Todas essas instituições são credenciadas pelo MEC. Isso significa que o diploma obtido ao final do curso é aceito em todo o país, tanto no mercado de trabalho privado quanto em concursos públicos e programas de pós-graduação.

Acesse os sites das universidades e entre em contato para saber mais sobre formas de ingresso, mensalidades e sistemas de descontos.

Leia também:

Descubra o que se estuda em Design

Saiba mais sobre como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Você presente fazer faculdade de Design? O que você espera do curso? Deixe um comentário contando para a gente!

Comente