Quem pode participar do Pronatec?

Sisutec — Escrito por

O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) foi criado pelo governo federal com a finalidade de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica, qualificando os alunos para o mercado de trabalho. Mesmo lançado em 2011, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre quem pode participar do programa e o que deve ser feito para inscrever-se. Saiba tudo o que você precisa saber para participar do Pronatec neste post.

Quem pode se inscrever?

O Pronatec oferta cursos gratuitos em escolas públicas federais, estaduais ou municipais, bem como em parceria com unidades do SENAI, SENAC e do SENAT, além de algumas escolas privadas. O Programa possui diferentes modalidades de curso, com distintas exigências em cada uma delas. Para os cursos técnicos, por exemplo, podem participar estudantes matriculados no Ensino Médio de escolas públicas, estudantes que já concluíram ou Ensino Médio, além de pessoas que se formaram no Ensino Fundamental na modalidade EJA (Educação de jovens e adultos). Os cursos oferecidos nessa modalidade tem duração mínima de 1 ano.

Já a modalidade de “Qualificação Profissional” tem duração mínima de dois meses e tem como intuito a Formação Inicial e Continuada. Para estes cursos, podem se inscrever estudantes matriculados no Ensino Médio de escolas públicas (com idade mínima de 16 anos), inclusive alunos provenientes da EJA; estudantes que já cursaram o Ensino Médio completo (em escola pública ou na condição de bolsista integral em instituições privadas); trabalhadores em geral; desempregados que estão recebendo pela segunda vez, em menos de dez anos, o seguro-desemprego; beneficiários dos programas de transferência de renda do governo federal; pessoas com deficiência.

Que tipos de curso são oferecidos?

Os cursos ofertados pelo Pronatec são muito diversos, divididos em eixos tecnológicos que vão desde qualificação profissional relacionada a áreas como “Ambiente e Saúde”, “Segurança”, “Informação e Comunicação” a outras como “Infraestrutura”, “Produção Cultural e Design”, “Gestão de Negócios” etc. Há cursos relacionados à produção de alimentos, ao ensino de idiomas, entre outros. Como existem diferentes demandas em distintas regiões, os interessados devem procurar informações nas instituições de ensino credenciadas em suas cidades ou entrar em contato com as Secretarias Estadual ou Municipal de educação. Outra opção é consultar diretamente o site do Ministérioda Educação (MEC). Lá você encontra uma lista com todos os cursos oferecidos segundo as suas próprias necessidades.

Como posso me matricular?

Como existem várias iniciativas em diferentes regiões do país, não há um sistema unificado para inscrição ou matrícula no Pronatec. Por isso, os alunos devem estar atentos às chamadas publicadas pelas próprias instituições de ensino. Cada um delas possui autonomia para gerir as matrículas a partir de critérios próprios para a seleção dos futuros participantes do programa.Também não há uma data específica para matrícula, tendo em vista que novos cursos são ofertados frequentemente ao longo do ano. Cabe aclarar ainda que as atividades do Pronatec são sempre gratuitas e algumas escolas, como o Senai, por exemplo, ainda oferecem benefícios aos estudantes como lanche, vale-transporte e material escolar.

Portanto, se você se enquadra nos perfis de alunos, deseja qualificar-se profissionalmente e destacar-se no mercado de trabalho, não perca essa excelente oportunidade! Se você ainda possui dúvidas sobre a possibilidade de sua participação no Pronatec, utilize os comentários abaixo para obter as respostas!

Tags: , ,

Comente