Quem pode se inscrever no Sisu?

Sisu — Escrito por

Mal acaba o burburinho do resultado do Enem, já aparece outro assunto no radar do estudante brasileiro que sonha em entrar na universidade: o Sistema de Seleção Unificada, mais conhecido como Sisu.

Com milhões de candidatos a cada edição, o Sisu distribui vagas em universidades públicas de todo o Brasil.

A oferta de cursos também é ampla: há opções mais tradicionais, como Direito, Medicina, Odontologia e Administração, e também aquelas que não se encontram em todas as faculdades, como Zootecnia, Música e Astronomia, só para citar alguns exemplos.

O processo seletivo é totalmente gratuito e automatizado. As inscrições são feitas pela internet, no site oficial do Sisu. O resultado sai rapidinho, no primeiro dia útil após o encerramento do período de inscrições.

Perto de outros processos seletivos de âmbito nacional, como o ProUni e o FIES, o Sisu até que nem tem muitas exigências. Quer saber quais são? Então confira a seguir quem pode se inscrever no Sisu – e o que fazer caso não possa participar ou não consiga vaga!

Quando abre a inscrição do Sisu?

Antes de saber se você pode ou não se inscrever no Sisu, é legal ficar de olho no calendário.

O processo seletivo tem duas edições por ano. A do primeiro semestre acontece logo após a divulgação dos resultados do Enem (final de janeiro ou comecinho de fevereiro, depende do ano). A segunda edição rola no meio do ano, entre junho e julho.

Normalmente o processo abre em uma terça-feira, fecha na sexta-feira da mesma semana e na segunda-feira seguinte já sai o resultado.

Quem pode participar do Sisu?

O Sisu é aberto a quem fez o Enem mais recente e não zerou na redação.

Quem fez o Enem de outros anos pode se inscrever no Sisu?

A regra é clara: só pode participar quem fez o Enem mais recente e não zerou na redação. Se você fez outra edição mais antiga do Enem, não vai conseguir se inscrever.

Isso porque o sistema é informatizado e “puxa” os dados do Exame. Para se inscrever o candidato precisa digitar o número de inscrição e senha da edição mais recente. Sem isso, não dá nem para se cadastrar.

Perdi meu número de inscrição e senha do Enem mais recente. Vou conseguir me inscrever no Sisu?

Sim. O sistema de inscrições do Sisu tem um link onde você pode clicar para recuperar seu número de inscrição e/ou senha do Enem mais recente e assim continuar com o processo de cadastro.

Precisa ter estudado em escola pública para se inscrever no Sisu?

Não. O Sisu não tem nenhuma restrição desse tipo. Podem concorrer pessoas que fizeram o ensino médio em escola particular ou pública.

Se você estudou na rede pública, no entanto, vai poder concorrer a vagas pela Lei de Cotas (Lei nº 12.711/2012), que reserva para esses candidatos metade das vagas em centros de educação tecnológica, institutos de educação, ciência e tecnologia e universidades federais.

Precisa comprovar baixa renda para se inscrever no Sisu?

Não. O Sisu não tem restrição de renda para se inscrever.

No entanto, caso se enquadre no critério de baixa renda, vale a pena dar uma olhada nas vagas destinadas à Lei de Cotas e a ações afirmativas das próprias instituições, pois há vagas reservadas para candidatos com essa característica.

Como faço para me inscrever no Sisu?

O processo de inscrição é simples. Confira o passo a passo resumido que preparamos para você:

  1. Entrar no site do Sisu.
  2. Clicar em “Fazer Inscrição”.
  3. Digitar número de inscrição e senha do Enem mais recente.
  4. Escolher duas opções de vaga.
  5. Confirmar a inscrição.

Não precisa informar suas notas do Enem, pois, como dissemos, o sistema se comunica com o do Exame e recupera suas informações.

Que nota preciso ter no Enem para me inscrever no Sisu?

O Sisu não tem uma nota mínima geral para a inscrição. Basta não ter zerado na redação do Enem mais recente.

No entanto, cada instituição é livre para estabelecer notas mínimas para concorrer às suas vagas. Caso o curso do seu interesse peça uma nota mínima para se inscrever, você vai ver essa informação no sistema de inscrições do Sisu.

Que nota preciso ter no Enem para passar no Sisu?

Depende muito.

No Sisu, você vai concorrer somente com os candidatos que escolheram as mesmas opções de curso, turno, universidade, campus e modalidade de concorrência (ampla concorrência, Lei de Cotas ou ações afirmativas).

Quanto mais disputada a vaga e quanto mais alto o desempenho dos demais concorrentes, maior tende a ser a nota para passar.

Em edições mais recentes do Sisu, a nota de corte (nota do último candidato que conseguiu vaga em determinado curso, turno, instituição, campus e modalidade de concorrência) tem variado entre cerca de 650 e quase 900 pontos no Enem.

O que fazer se eu não passar no Sisu?

O Sisu é uma super oportunidade de estudar em uma instituição de qualidade sem estourar o orçamento, mas não é a única!

Por isso, caso não passe nesse processo seletivo, respire fundo, saiba que não está sozinho (são poucas vagas, se compararmos com o número de interessados) e comece a planejar o próximo passo.

Dependendo de sua renda familiar, desempenho no Enem e disposição para encarar novas provas você pode participar dos seguintes processos seletivos:

  • Vestibular
  • ProUni (para tentar uma bolsa de estudos)
  • FIES (para tentar um financiamento bancado pelo governo federal)

Agora, se você quer uma forma descomplicada de entrar na faculdade, considere o ingresso direto. Nessa modalidade, bastante popular em universidades privadas, basta apresentar a nota do Enem. Caso tenha pontuação suficiente, é só fazer a matrícula.

Selecionamos algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso:

Todas elas oferecem vantagens como descontos, convênios, bolsas de estudos e financiamentos sem burocracia.

Veja também:

Qual a nota mínima para passar no Enem?

Vai se inscrever no Sisu? Conte para a gente em qual curso você quer entrar!

Comente