Saiba tudo sobre como fazer a melhor redação do Enem

Enem — Escrito por

De todas as provas que o candidato precisa fazer em concursos, vestibulares e processos seletivos, a prova de Redação é a que causa maior desespero. Tanto pelo tema cobrado na prova, quanto pela forma de como o candidato vai colocar sua opinião sobre aquele tema no papel.

No caso da Redação do Enem toda essa preocupação é muito válida, pois, além de ser a prova mais importante, ela vale nada mais, nada menos do que 1.000 pontos!

Essa pontuação não é sem motivo, pois ela é baseada em cinco critérios que regem a  prova de Redação, cada uma valendo 200 pontos. Quais são eles? Vejamos:

  • Domínio da norma culta padrão
  • Entender a proposta da redação
  • Relacionar, selecionar, organizar e interpretar
  • Conhecer a construção do texto argumentativo
  • Solução para o problema abordado

Claro que essas habilidades não são adquiridas da noite para o dia. É necessário muita leitura e, acima de tudo, prática. Sim, prática! Você deve treinar arduamente sua redação antes do dia da prova, sempre pedindo opinião de outras pessoas.

Para ajudá-lo na empreitada de desenvolver uma redação digna de nota mil, criamos aqui um passo a passo para você seguir. Com essas dicas valiosas, você não tira menos que 90% de aproveitamento da prova de Redação. Preparado? Vamos lá!

Esteja por dentro de assuntos da atualidade

Geralmente, as Redações do Enem são sobre assuntos atuais ou muito importantes para a sociedade.

Por esse motivo, é essencial que o candidato esteja atualizado com os acontecimentos, ler muito antes da prova, assistir noticiários, manter-se informado sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Isso vai ajudar a desenvolver o senso crítico e ter uma opinião formada sobre os fatos quando se deparar com o tema da prova de Redação.

Pense num bom título

O título da prova de Redação é a primeira coisa que deve chamar a atenção no texto. Deve ser um título que atraia o leitor para sua leitura e que, antes de tudo, tenha uma relação com o tema. É importante também para despertar a curiosidade sobre o que será falado no texto.

Não fuja do tema proposto

A ideia é exatamente essa. Concentre-se no tema da prova de Redação e desenvolva suas ideias em cima dele. Parece óbvio, mas é muito importante destacar isso.

Não é difícil encontrar redações nos dias da prova do Enem que viajam no tema e falam de assuntos desconexos com o que foi pedido no tema. Vira e mexe vemos isso, no entanto, os motivos podem ser vários, entre eles a dificuldade do candidato em entender o tema da prova de Redação ou a simples falta de atenção ao escrever.

Por isso, certifique-se na compreensão da proposta. Assim, quando estiver escrevendo, leia e releia sua escrita para ter certeza de que não está fugindo do tema.

Atenção para pontuação e ortografia

Outra questão importantíssima: de nada adianta  fazer uma redação com o conteúdo maravilhoso, se o texto não está bem pontuado e as palavras com erros de ortografia.

Saiba que uma simples vírgula pode mudar todo o contexto da frase. E palavras com grafia errada compromete toda a redação, por mais que a argumentação do texto seja excelente.

Para ajudá-lo nesse quesito, vamos ensinar dois princípios básicos de uma produção de texto (e que algumas pessoas erram).

  • Palavras em início de frase começam com a primeira letra MAIÚSCULA.

Exatamente, primeira letra maiúscula em todo início de frase. Sempre! Não interessa se é começo, meio ou fim do parágrafo. É regra. Se é início de frase, a primeira letra é sempre maiúscula.

  • Nomes próprios também tem a primeira letra maiúscula.

Sem exceções. O que são nomes próprios? Nomes de pessoas, lugares, eventos… pesquise a respeito. Existem várias categorias de nomes próprios.

Cuidado com a estrutura do texto

Toda boa redação obedece a três princípios básicos na estrutura do texto: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Ao escrever, o candidato deve prestar muita atenção nessa estrutura,  a fim de obter sucesso ao transmitir a mensagem. Mas como desenvolver essa estrutura no texto? A gente explica.

Introdução

A introdução, como o próprio nome já diz, é a apresentação do tema. Não deve ter mais do que quatro linhas e também não pode ter rodeios. Na introdução você vai dar um recorte geral da sua linha de raciocínio e o seu ponto de vista.

Desenvolvimento

Aqui você vai “vender seu peixe” e defender sua opinião. Mas não vai só dizer o que pensa sobre o assunto, vai também convencer o leitor que está certo, com argumentos consistentes.

Se puder embasar sua defesa com pesquisas, notícias, dados históricos ou qualquer conteúdo de acesso público, melhor. Dá mais credibilidade ao texto.

Mas, as informações devem ser reais. Apesar de nesta etapa você defender seu ponto de vista, aqui você deve ser claro e objetivo.

Nada de ficar “enchendo linguiça”, isso vai dar a entender que você não domina o assunto. Sua mensagem deve ser transparente e o leitor não pode ter dúvidas sobre seu posicionamento.

Conclusão

Na última etapa você vai fazer o fechamento do texto. É aqui que seus argumentos vão se confirmar, com fundamentos consistentes de tudo que foi apresentado.

É nessa parte também que você deve apresentar uma intervenção social, ou seja, a solução do problema apresentado no tema. Mesmo porque esse é um dos critérios de avaliação da prova de Redação do Enem.

Não obedecer a este critério é ter 200 pontos a menos na prova de Redação. Mas não esqueça que a solução apresentada deve respeitar os Direitos Humanos.

Use a língua na norma culta

Parece óbvio, mas é sempre bom lembrar. Na redação nunca devemos usar gírias, palavras de baixo calão, nem abreviações. Escreva um bom texto, com bom vocabulário, pontuação correta, regras de gramática e ortografia. Mas, evite ser prolixo (usar palavras difíceis).

Coerência x Coesão

Coerência e coesão são fundamentos básicos de um texto de qualidade. São elementares na construção textual, pois são eles que levam sentido na transmissão da mensagem.

São esses elementos que também tornam o texto harmonioso e agradável em sua leitura. Vamos entender como funcionam esses elementos.

Coerência

A construção das ideias no texto deve fazer sentido e o raciocínio deve ser lógico. A mensagem não pode ter duplo sentido e ser contraditória, pelo contrário, tem que ser muito bem construída e concluída.

As ideias têm que ter uma sequência, evitando começar um raciocínio e, de repente, partir para outro sem concluir o primeiro. Um texto incoerente compromete seu entendimento, assim como a fluência na leitura.

Coesão

Coesão textual é simplesmente a amarração das ideias no texto. É ela que garante a transmissão da mensagem com eficiência, sendo mais um ponto a favor do entendimento.

Um texto coeso faz bom uso dos advérbios, pronomes, conectivos, sinônimos e outros. As expressões também tem o objetivo de fazer a ligação entre os elementos do texto, assim como outros elementos de coesão.

Faça rascunho a lápis

Nunca comece a prova de Redação do Enem escrevendo à caneta, como texto definitivo. Faça primeiro um rascunho, de preferência a lápis.

Assim você pode apagar o texto, se quiser acrescentar novas ideias. Isso vai ajudá-lo também a organizar seus pensamentos e visualizar os argumentos antes de escrever o texto definitivo. Se fizer um rascunho antes, você pode até mesmo se livrar de alguma ideia e que agora não é tão importante assim.

Se liga no tamanho do texto

Isso também é muito importante. Porque a prova de Redação do Enem (assim como qualquer outra) não deve ser muito curta, mas também não pode ser um jornal!

Toda prova de redação já vem com espaço determinado na folha, por isso, procure manter esse tamanho. Se não conseguir, o mínimo de vinte linhas já atende essa necessidade.

Revise e passe a limpo

Depois de organizar todas suas ideias no rascunho, retirar o que não é legal e acrescentar o que acha melhor, ler e reler o texto, revisar pelo menos três vezes, é hora de passar o texto a limpo.

Mas, preste muita atenção se o texto contém todos os critérios discutidos anteriormente pois, afinal, essa prova de  Redação pode ser o passaporte para seu futuro!

Onde estudar usando a nota do Enem

Com o resultado do Enem em mãos, é possível concorrer a uma vaga em um curso de graduação em faculdades públicas e privadas. Mais especificamente, o candidato pode:

Ingressar diretamente em uma faculdade privada. Diversas instituições de ensino superior aceitam a nota do Enem como forma de ingresso direto e concedem descontos conforme a pontuação do exame. Isso significa que o candidato não precisa fazer uma nova prova de vestibular.

As faculdades abaixo, por exemplo, são reconhecidas pelo Ministério da Educação, possibilitam o ingresso direto e concedem descontos para quem usa a nota do Enem:

Participar do Sisu do primeiro ou do segundo semestre para concorrer a uma vaga em uma graduação presencial em universidade pública federal, estadual ou municipal participante do Sisu.

Participar do processo seletivo do ProUni para concorrer a uma bolsa integral ou parcial em uma faculdade privada, desde que atenda aos requisitos do edital do ProUni.

Participar do FIES para conseguir financiar a graduação em uma faculdade particular a juros zero ou juros baixíssimos, desde que atenda às exigências do programa.

Veja mais:

Exemplos de redações nota 1000 do ENEM para você se inspirar

E aí, gostou das dicas? Qual delas achou mais importante? Qual tem mais dificuldade? Nada impede que você pesquise mais a respeito. Conte como esse artigo vai ajudar na sua prova de Redação, a gente quer saber!

Comente