Entenda todas as regras do Enem 2019

Enem — Escrito por

Fique por dentro das principais exigências para você participar do Enem 2019!

Se dedicar aos estudos é o primeiro passo para se dar bem no Exame Nacional do Ensino Médio. Além de se preparar, você deve ficar atento às regras do Enem 2019.

O Inep, instituto responsável pelo desenvolvimento e aplicação do exame, estabelece uma série de normas que o candidato deve seguir para participar do Enem.

Não sabe exatamente quais são elas? Confira as principais regras do Enem 2019 nas quais você precisa ficar de olho antes, durante e depois do exame!

Regras do Enem 2019: exigências antes das provas

No semestre anterior à aplicação das avaliações, é importante:

Saber para que serve o Enem

O Enem é usado para avaliar o conhecimento que o participante acumulou até o ensino médio e como forma de ingresso no ensino superior, via Sisu, ProUni e FIES ou ingresso direto na faculdade. Além disso, também é possível usar o resultado do Enem para estudar em universidades portuguesas conveniadas ao Inep e em faculdades brasileiras privadas.

Descobrir quais e como são as provas do exame

O Enem é composto por 4 provas objetivas, com 45 questões cada, e uma prova discursiva:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Redação (discursiva)

Confira as novidades do Enem 2019

O Inep pode realizar pequenas mudanças no período anterior ao exame. Veja as alterações feitas em 2018 que devem permanecer nas regras do Enem 2019:

  • A isenção deve ser solicitada antes do período de inscrição.
  • Candidatos isentos em 2018 e que faltaram nos 2 dias de prova podem justificar a ausência para concorrer a uma nova isenção em 2019.
  • Candidatos que atingiram a nota mínima para se certificar via Encceja podem receber isenção no Enem.
  • Aumento de 30 minutos no tempo de realização das provas do segundo dia do Enem.
  • Mais documentos aceitos para a identificação do candidato nos dias de provas.
  • Perda de 200 pontos nas redações que desrespeitam os Direitos Humanos.

Ler o edital completo

A leitura atenta do edital é fundamental para conhecer todas as informações e regras do Enem 2019. Fazendo isso, você evita cometer erros que impedem sua participação no exame.

Solicitar isenção de taxa de inscrição

Candidatos com direito à gratuidade no Enem 2019 devem solicitar a isenção nos dias estipulados pelo Inep — essa etapa acontece antes do período de inscrição.

Veja quem pode ser liberado de pagar a taxa:  

  • Estudantes de escola pública que cursam a última série do ensino médio em 2019. A instituição deve ter sido declarada no Censo Escolar.
  • Candidato que conseguiu a nota mínima nas áreas em que se inscreveu no Encceja 2018.
  • Candidatos que fizeram todo o ensino médio em uma escola pública.
  • Candidatos que cursaram todo o ensino médio como bolsista integral em uma escola privada e que possuem renda familiar igual ou menor a 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Candidatos em situação de vulnerabilidade social e econômica por ser de baixa renda, com uma renda familiar mensal de até 3 salários mínimos.

Se você conseguiu isenção em 2018, mas faltou aos 2 dias de Enem, saiba que pode justificar a ausência e conseguir uma nova gratuidade.

Inscrever-se no Enem e pagar a taxa de inscrição

Realizar a inscrição é uma das regras do Enem 2019 mais importantes. Afinal, sem isso você não participa do exame — perdeu o prazo de inscrição, perdeu a prova!

Portanto, fique de olho nas notícias para saber a data exata dessa fase, que geralmente acontece em maio.

Regras do Enem 2019: exigências nos dias de provas

As avaliações do Enem acontecem em dois finais de semana:

Primeiro domingo

Aplicação das provas de Redação + Linguagens, Códigos e suas Tecnologias +

Ciências Humanas e suas Tecnologias. O candidato deve responder 90 questões objetivas e 1 discursiva (redação).

Segundo Domingo

Aplicação das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias + Matemática e suas Tecnologias. O participante deve responder 90 questões objetivas.

O que pode e não pode ser feito nos dias das avaliações do Enem

Obrigatório levar:

  • Documento oficial de identificação com foto, como RG, passaporte, carteira de trabalho, CNH, certificado de reservista e outros documentos que constam no edital do Enem.
  • Caneta esferográfica de corpo transparente e tinta preta.

Aconselhável levar:

  • Cartão de confirmação de inscrição impresso, para localizar facilmente o local e a sala de prova.
  • Declaração de Comparecimento impressa, para o chefe de sala assinar caso o candidato necessite comprovar sua presença nos dias de prova.

Proibido levar:

  • Folhas ou bloco para rascunho.
  • Boné, chaves e fones de ouvido.
  • Lápis, lapiseira, corretivo, caneta de material não transparente e borracha.
  • Dispositivos eletrônicos (celulares, smartphones, calculadoras, tablets, iPods, gravadores, relógios, alarmes, mp3, dispositivos wearable, agendas eletrônicas e pen drive).
  • Livros e manuais.
  • Armas de qualquer espécie.

Horário de chegada e saída:

O participante só poderá entrar no local de prova enquanto os portões estiverem abertos, entre 12h e 13h. Após esse horário, não é mais permitida a entrada de nenhum candidato.

A prova começará às 13:30h e a saída dos candidatos será permitida somente 2 horas depois do início da aplicação do exame.

Cuidados para não ser eliminado do Enem:

  • Confira seus dados para ver se estão certos e não forneça documentos falsos no processo de isenção e inscrição.
  • Não use óculos escuros nem acessórios que cubram os cabelos e as orelhas, como viseira, boné, gorro e chapéu.
  • Não comece o exame antes das 13:30h nem perturbe a ordem no seu local de provas.
  • A partir das 13h, apenas vá ao bebedouro ou banheiro acompanhado de um fiscal ou aplicador.
  • Não se recuse a passar pela revista eletrônica sem justificativa. O mesmo vale para a coleta de dados biométricos e revista eletrônica de seus objetos.

Regras do Enem 2019: o que acontece depois das provas

Na semana seguinte ao último dia do Enem, o Inep costuma liberar o gabarito oficial de todos os cadernos de prova em seu site oficial.

A nota do Enem, no entanto, é liberada 2 meses após a realização do exame, quando o Inep disponibilizará o Boletim de Desempenho Individual no Enem, online. Isso geralmente acontece no mês de janeiro.

Onde estudar usando a nota do Enem 2019

Você sabia que pode usar a pontuação do Enem para ingresso direto em uma faculdade privada?

Diversas instituições de ensino, como Anhanguera e a Cruzeiro do Sul, aceitam o Enem como forma de ingresso e libera você da prova do vestibular.

Além disso, é possível conseguir bolsas de estudos e descontos especiais, conforme a nota do Enem — quanto maior a sua pontuação no exame, menor o valor da mensalidade!

Para ajudar, listamos algumas faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Estas instituições aceitam a nota do Enem para cursos presenciais e a distância:

Veja também:

Descubra como entrar em uma faculdade EAD com a nota do Enem

Descubra como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Agora que você já sabe quais são as principais regras do Enem 2019, deixe seu comentário dizendo qual graduação pretende fazer!

Comente