Será que você está na lista das pessoas que vão fazer as provas do Enem sem pagar nada? Descubra agora mesmo como saber!

Fazer o Enem sem precisar pagar a taxa de inscrição é um direito assegurado a milhares de participantes todos os anos.

Para usufruir dessa facilidade, é necessário ter uma boa dose de atenção e agilidade.

O MEC recebe os pedidos de isenção durante apenas alguns dias por ano, e tudo precisa ser feito com muito cuidado.

A seguir, saiba onde ver o resultado da isenção do Enem e como fazer o pedido.

O pedido de isenção do Enem

De uns anos para cá, o MEC resolveu receber os pedidos de isenção do Enem antecipadamente, cerca de 40 dias antes da abertura das inscrições gerais.

Portanto, entre o final de março e começo de abril, o processo deve começar. Fique de olho.

A solicitação é feita totalmente pela internet, no site oficial do Enem.

O candidato interessado só precisa informar o CPF e data de nascimento, seguir os passos que são apresentados na tela e preencher os campos solicitados com bastante atenção

No total, o MEC oferece um período de 10 dias para que os candidatos façam a solicitação. Caso alguém perca a data, só vai dar para fazer o Enem se pagar a taxa de inscrição.

Veja no próximo tópico como acessar os resultados.

Onde ver o resultado da isenção do Enem

O resultado do pedido de isenção do Enem é divulgado poucos dias depois do encerramento do prazo de solicitação.

Os candidatos saberão se conseguiram ou não a isenção acessando o site do Enem e informando os dados pessoais.

Quem obtiver a isenção logo de primeira deve aguardar até o início das inscrições do Enem, que começam em maio, e se cadastrar normalmente, como todos os outros candidatos. A única diferença é não precisar pagar a taxa (essa informação estará disponível no sistema).

Quem não conseguir a isenção vai ganhar alguns dias a mais para questionar a decisão do MEC e, se for preciso, enviar documentação adicional. Se o MEC aceitar o argumento, a isenção é concedida. Se não, o candidato só vai conseguir fazer o Enem se pagar a taxa.

A isenção da taxa do Enem não é para todo mundo. Veja abaixo se você se qualifica para solicitar o benefício.

Importante: mesmo quem conseguir a isenção da taxa precisa ficar de olho no prazo de inscrição do Enem e preencher todos os dados se quiser participar do exame.

Quem pode pedir a isenção do Enem

A isenção do taxa do Enem é direcionada a três grupos de pessoas:

  1. Alunos matriculados em escolas da rede pública de ensino que estejam no último ano do ensino médio.
  2. Para quem concluiu o ensino médio em escolas da rede pública nos anos anteriores e tem renda familiar mensal bruta de até 1,5 salário mínimo por pessoa. O benefício vale também para quem estudou em escola particular na condição de bolsista integral durante todo o período.
  3. Para quem está em condição comprovada de vulnerabilidade social, tem renda familiar total de até três salários mínimos (ou individual de até meio salário mínimo) e possui Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

Os candidatos que receberam isenção no ano anterior e não foram fazer a prova terão de justificar o motivo da ausência ao MEC caso queiram aproveitar o benefício novamente.

Por que vale a pena investir no Enem?

O Enem não é apenas o exame que mede seu grau de conhecimento a respeito dos temas do ensino médio – é, sobretudo, uma grande chance de entrar no ensino superior!

Existem quatro maneiras de conseguir sua vaga:

Sisu – Se você faz o Enem e tira uma boa nota, terá grandes chances de entrar em uma universidade pública por meio do Sisu. O programa acontece duas vezes por ano e é um dos mais concorridos do Brasil. Com ele dá para entrar em todo tipo de curso presencial e gratuito, incluindo Medicina, Direito, Engenharia… para se inscrever é obrigatório ter nota acima de zero na redação. Não existe pontuação mínima para participar, mas o programa é bastante concorrido. Uma nota alta representa mais chances de conquistar uma vaga.

ProUni – Esse é o programa que distribui bolsas de estudos em faculdades privadas por todo o Brasil. Para concorrer, o candidato precisa preencher alguns requisitos de desempenho no Enem, renda familiar e formação escolar exigidos pelo MEC. Dá para conseguir bolsa em cursos presenciais e a distância em todas as áreas. Há duas edições anuais.

FIES – Quem faz o Enem também tem à mão uma alternativa bem interessante de financiar os estudos de nível superior. Com o FIES dá para concorrer ao crédito estudantil a juros baixos e prazo longo para pagamento da dívida. O programa permite a utilização das notas de qualquer edição a partir de 2010, desde que atinja a pontuação exigida para aquela edição.

Ingresso direto – Quem fez qualquer edição do Enem pode entrar em diversas faculdades privadas sem precisar fazer vestibular. O ingresso direto está disponível para cursos presenciais e a distância em todo o país.

Abaixo, a gente separou algumas faculdades de qualidade onde você pode entrar por meio do ingresso direto, ProUni ou FIES.

Conheça:

Veja também:

Descubra que dia sai o resultado do Enem e veja quanto tirou

Tudo certo sobre o resultado da isenção do Enem? Conte para a gente nos comentários!