Quem quer uma ajudinha para financiar os estudos não pode perder a segunda edição do FIES, que acontece agora no início do segundo semestre de 2020.

Serão milhares de créditos estudantis em cursos bem avaliados pelo MEC por todo o Brasil.

Você, que está de olho no benefício, sabe o que é necessário para tentar o seu?

A seguir, descubra como participar e quando sai o resultado do FIES 2020.2!

Inscreva-se no FIES 2020.2

A partir do final de julho, ligue a antena: mais cedo ou mais tarde o governo federal deve liberar as inscrições para quem quer tentar o financiamento estudantil facilitado do FIES.

A vantagem do programa é oferecer crédito a juros baixos – ou zero em alguns casos – e um prazo bem generoso para pagamento da dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura.

O acesso à inscrição deve ser feito pelo site oficial do FIES. Para participar você deve atender a dois requisitos: ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e apresentar renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos por pessoa.

É preciso ainda cumprir o requisito de desempenho no Enem – vale qualquer edição a partir de 2010 e a pontuação mínima está no edital.

Ao se inscrever, depois de responder a algumas questões pessoais e outras de caráter socioeconômico, o candidato escolhe até três opções de curso que gostaria de financiar.

O período de inscrições dura quatro dias e, enquanto rola, o candidato precisa observar a flutuação das notas de corte para os cursos escolhidos: se subir demais, conforme novos candidatos vão entrando na disputa, é possível mudar sua escolha quantas vezes for necessário, até o último minuto de seleção – 23h59 da sexta-feira.

Fazendo isso, as chances de conseguir o financiamento são bem maiores.

Os resultados saem logo depois.

Quando sai o resultado do FIES 2020.2

O resultado do FIES do segundo semestre vai sair na segunda-feira ou terça-feira seguinte ao encerramento da seleção – ou seja: poucos dias depois.

Não há datas exatas ainda porque só saberemos quando acontece cada etapa depois que o edital do programa for divulgado – o que deve ocorrer pelo final de maio ou início de junho.

Quando o resultado sair, os candidatos devem entrar no site oficial, informar seus dados de acesso e conferir se conseguiram ou não o financiamento.

Se tiverem conseguido, vão precisar observar os prazos para levar a documentação à faculdade escolhida, validar tudo junto à comissão especial e, em seguida, correr ao banco para abrir a linha de crédito.

Se não passarem, o FIES oferece ainda uma segunda chance com a lista de espera. Veja a seguir.

Resultado da lista de espera do FIES 2020.2

Depois que divulgar os resultados da primeira chamada, o FIES do segundo semestre vai também abrir uma lista de espera para os não-aprovados.

Essa lista, no entanto, só vai funcionar para quem concorrer na categoria mais básica de financiamento, direcionada a estudantes com renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos.

A lista de espera é automática, não requer uma nova inscrição. No entanto, os candidatos precisam verificar o site oficial do FIES com frequência para saber se conseguiram ou não o benefício e, dependendo, fazer todos os procedimentos dentro do prazo predeterminado.

Você já sabe o que fazer caso não consiga vaga pela lista de espera? Veja as nossas dicas a seguir!

Não passou no FIES 2020.2? Veja algumas alternativas!

Se você não conseguir entrar no FIES do segundo semestre, saiba que existem outras chances de entrar na faculdade ainda em 2020.2.

O caminho mais comum é tentar uma faculdade privada. Pelo vestibular tradicional ou pelo ingresso direto, que usa a nota do Enem, o candidato pode entrar no curso desejado e esperar até o próximo semestre para tentar o FIES ou outros processos seletivos que facilitem os estudos.

Outra saída é tentar a seleção das bolsas remanescentes do ProUni, que deve acontecer mais adiante, em agosto ou setembro.

Esse programa é uma pequena seleção que o governo abre para ocupar as bolsas que sobraram do ProUni regular.

Para quem não sabe, o ProUni é um programa que distribui bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades privadas de primeira linha.

Na seleção das vagas remanescentes, os candidatos podem utilizar as notas de qualquer Enem a partir de 2010 – desde que tenham pontuação a partir de 450 na média das provas, sem ter zerado a redação.

Não são tantas bolsas disponíveis. Como a distribuição é feita por ordem de chegada, quanto antes você se programar, melhor. Fique de olho no edital que é divulgado pelo Ministério da Educação algumas semanas antes.

Pelo vestibular tradicional, ingresso direto ou nas vagas remanescentes do ProUni você consegue entrar em faculdades como a Cruzeiro do Sul Virtual (a distância) a Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) e a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID).

Onde estudar em 2020.2

Não dá para precisar exatamente quais faculdades estarão no FIES do segundo semestre, visto que a lista só é conhecida quando as inscrições abrem.

Mas o certo é que o programa trabalha com instituições bem avaliadas pelo MEC, que têm boa receptividade no mercado de trabalho.

Portanto, onde quer que seja seu financiamento, pode ter certeza que será um bom investimento.

E saiba que você ainda pode tentar o ProUni ou o ingresso direto para entrar na faculdade dos seus sonhos ainda no segundo semestre de 2020.

Separamos algumas para você dar uma olhada agora mesmo:

Veja também:

Pode usar nota do ENEM do ano passado? Descubra

Vai arriscar uma vaga em qual curso do FIES 2020.2? Conte para a gente nos comentários!