Confira o resultado do SISU 2018

Sisu — Escrito por

O Sisu – Sistema de Seleção Unificada – é o primeiro grande processo seletivo que abre logo após a divulgação dos resultados do Enem.

Em 2018, as inscrições abrem em uma terça-feira (dia 23 de janeiro) e encerram na sexta-feira da mesma semana (26 de janeiro).

O Sisu tem oportunidades em tudo quanto é curso, de todas as áreas, desde Medicina até Gestão de Recursos Humanos. É possível disputar uma vaga em instituições do país inteiro, até nas mais concorridas, como a Universidade de São Paulo (USP).

O resultado do Sisu 2018 não vai demorar para sair e é fácil de consultar.

Fique ligado que explicamos tudo a seguir e ainda damos algumas sugestões bem interessantes para quem não conseguir vaga no Sisu este ano!

Quando sai o resultado do Sisu 2018

O Sisu tem duas edições por ano.

A primeira é a maior e mais importante. Em 2018, vai oferecer mais de 200 mil vagas em 130 universidades públicas espalhadas por todo o Brasil.

O resultado da primeira edição do Sisu 2018 sai no dia 29 de janeiro (segunda-feira).

No segundo semestre, o Sisu costuma abrir inscrições em junho. As datas variam todos os anos – alguns podem acontecer mais cedo, outros mais tarde. Normalmente as inscrições abrem na terça-feira, encerram na sexta da mesma semana e o resultado já sai na segunda-feira seguinte.

Como acessar o resultado do Sisu 2018

Para acessar o resultado do Sisu 2018, você precisa:

  1. Acessar o site oficial do Sisu.
  2. Informar seu número de inscrição e senha (os mesmos que você usou para se inscrever. Se tiver esquecido, tem como recuperar no próprio sistema).
  3. Verificar se conseguiu ou não vaga no curso.

Conseguiu? Parabéns! Agora você tem que comparecer à universidade para efetuar a matrícula. Quem não cumprir essa etapa perde a vaga, que fica disponível para os candidatos da lista de espera.

Lista de espera do Sisu 2018

No mesmo dia em que os resultados são divulgados, o MEC abre possibilidade de se inscrever na lista de espera – o que rende mais uma chance de concorrer.

No primeiro semestre de 2018, o prazo para entrar na lista de espera vai de 29 de janeiro a 7 de fevereiro.

A partir daí é cruzar os dedos e torcer.

A universidade pode convocar o candidato a qualquer momento, e esse processo pode se estender por mais de dois meses a partir da data de divulgação do resultado.

No entanto, o interessado tem que se manter atento durante todo esse tempo. É preciso consultar com frequência a instituição de ensino, pois o resultado da lista de espera não aparece no site do Sisu.

Não entrei no Sisu 2018, e agora?

Não rolou de entrar no Sisu 2018? Então bola para a frente, pois há várias outras opções de estudar com qualidade sem estourar o orçamento. Vamos falar de algumas:

  • Tentar vaga no ProUni: Quem se encaixa nos critérios de renda e escolaridade definidos pelo MEC poderá concorrer a uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos. Com ele é possível estudar em faculdade particular sem pagar nada ou tendo de arcar com apenas metade do valor das mensalidades. Para participar é preciso apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação do Enem mais recente. O ProUni abre inscrições duas vezes ao ano, logo depois do resultado do Sisu.
  • Financiar o curso com o FIES: O programa permite ao estudante financiar os estudos a juros baixos e ainda ganhar um prazo longo para pagamento da dívida. O benefício é direcionado a quem se encaixa nos critérios de renda familiar definidos pelo MEC. Para entrar na disputa é preciso ter feito qualquer Enem a partir de 2010 e atender à pontuação mínima exigida: 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação. O FIES acontece duas vezes por ano.
  • Entrar direto na faculdade particular: Para quem já não aguenta mais participar de processo seletivo, uma ótima saída é optar pelo sistema de ingresso direto, adotado por faculdades de todo o Brasil. Com ele, o candidato busca a vaga desejada e apresenta a pontuação que obteve em qualquer edição do Enem. Se tiver o suficiente para passar, já garante vaga na hora. Aí basta fazer a matrícula e pronto.

De todas as alternativas que apresentamos, o ingresso direto é a mais simples.

E se você está preocupado se vai dar conta da mensalidade, temos uma ótima notícia: várias faculdades super bem cotadas pelo MEC oferecem bolsas de estudos, descontos, convênios e parcelamento das mensalidades, tudo isso sem precisar comprovar renda e sem burocracia.

Selecionamos algumas para você:

Nas instituições da lista acima você vai encontrar todos os graus de formação (bacharelado, tecnólogo, licenciatura), uma variedade de cursos de encher os olhos (de Administração a Medicina, passando por Gestão de Recursos Humanos, Engenharia, Odontologia e Nutrição) e unidades e polos de apoio espalhados por todo o Brasil.

Veja também:

Que nota preciso tirar no Enem para passar no Sisu?

Vai entrar na faculdade em 2018 pelo Sisu ou vai apostar em outro processo seletivo? Conte para a gente nos comentários!

Comente