Não deixe para última hora! Ainda dá tempo de se inscrever no Sistema de Seleção Unificada

O período de inscrições do Sisu 2021 termina nesta sexta-feira, dia 9. Para concorrer às vagas ofertadas pelo Ministério da Educação através do processo seletivo, os candidatos que realizaram a prova do Enem devem completar o cadastro no sistema até às 23h59. 

Após a data, não será possível realizar a inscrição ou alterar qualquer informação quanto às opções de curso no site. Portanto, se você deixou para se inscrever de última hora, confira o passo a passo que o Enem Virtual preparou para te ajudar!

Passo a passo para se inscrever no Sisu 2021 sem erros

Que a pressa é inimiga da perfeição, todo mundo sabe. Mas se inscrever de última hora é melhor que deixar a oportunidade passar, não é mesmo? Para não ter erro, siga as instruções que separamos para te ajudar a se inscrever no Sisu 2021:

  1. Para começar, acesse o Portal do Sisu e clique em “Fazer Inscrição”;
  2. Na página seguinte, selecione a opção “Entrar com GOV.BR’ e informe os dados utilizados no cadastro;
    – Não esqueça de confirmar seu número de celular e e-mail. É por meio deles que o Sisu irá te informar caso passe em uma das opções de curso escolhidas;
  3. Agora é a hora de escolher suas opções de curso:
    – Para começar, clique em “Fazer inscrição na 1ª opção”;
    – Pesquise as vagas por município, nome da instituição ou nome do curso;
    – Escolha com atenção a modalidade a qual deseja concorrer (ampla concorrência ou ações afirmativas);
  4. Depois é só “Fazer inscrição na 2ª opção” e pronto!

Quando sai o resultado do Sisu?

Como a inscrição foi realizada no último dia, não é possível acompanhar a classificação parcial que é liberada diariamente no site do Sisu. Portanto, a única alternativa para os inscritos de última hora é aguardar o resultado, que sai na terça-feira, dia 13 de abril, para saber se foram selecionados ou não.

Os estudantes que não forem selecionados nesta etapa, podem permanecer na competição por meio da Lista de Espera a fim de conquistar uma das vagas remanescentes.

O que é a Lista de Espera e como ela funciona?

Apesar da grande concorrência por vaga, é comum que algumas delas não sejam preenchidas no período regular por desistências de curso, documentação incompleta e, até mesmo preferência por uma universidade privada. Essas vagas não preenchidas são chamadas de vagas remanescentes e podem ser preenchidas pelos alunos que se inscrevem na Lista de Espera.

O período de inscrições para a Lista de Espera ocorrerá entre os dias 13 e 19 de abril e todo estudante que desejar permanecer na competição, deverá manifestar seu interesse na mesma.

A convocação dos selecionados da Lista começa no dia 23 de abril. Portanto fique atento e acompanhe o site do Sisu para saber se seu nome foi selecionado.

Não passou no Sisu? Conheça suas alternativas

Caso você não tenha passado em nenhuma das chamadas do Sisu, saiba que esse não é o fim. Para tentar beneficiar o maior número de estudantes, o Ministério da Educação – em parceria com centenas de universidades brasileiras – possui diversos processos seletivos, e o Sisu é apenas um deles e corresponde apenas às vagas em universidades federais.

Conheça a seguir os demais programas que garantem acesso às universidades públicas com a nota do Enem.

Programa Universidade para Todos

Com inscrições ainda sem data para ocorrerl, o Prouni é uma ótima alternativa para quem deseja conquistar um diploma superior em universidades particulares. O programa oferece bolsas de estudos parciais e integrais, permitindo que os participantes do Enem estudem em universidades particulares renomadas de forma gratuita, ou pagando apenas metade do valor das mensalidades.

Entretanto, não é todo mundo que pode participar do Prouni. Para se inscrever, é necessário se enquadrar nos critérios socioeconômicos exigidos pelo programa, apresentar desempenho de, pelo menos, 450 pontos na média geral do Enem e nota superior a zero na redação.

Fundo de Financiamento Estudantil

Outro processo seletivo oferecido pelo governo é o Fundo de Financiamento Estudantil. O Fies tem objetivo de oferecer linhas de crédito aos estudantes selecionados, para que os mesmos possam cursar o ensino superior pagando seus estudos apenas após a formatura, quando é mais provável que já estejam inseridos no mercado de trabalho. A data das inscrições para o Fies com a nota do Enem 2020 ainda não foi divulgada.

Para se inscrever no Fies, o candidato precisa ter pontuação superior ou igual a 450 pontos e não ter zerado a redação – seja a do Enem 2020 ou de anos anteriores. Além disso, é preciso comprovar renda familiar de até três salários mínimos por pessoa para fechar contrato com juros zero ou de até cinco salários mínimos por pessoa para adquirir juros reduzidos.

Ingresso Direto

Uma terceira opção para quem não for selecionado na chamada regular ou nas vagas remanescentes do Sisu 2021 é o Ingresso Direto. Por não depender de mediação do governo, esta opção, além de sem burocracias, é a mais prática de todas.

A modalidade Ingresso Direto é oferecida pelas universidades particulares de todo o Brasil, e portanto é preciso recorrer a ela de forma independente, indo até a faculdade desejada ou procurando se informar no site sobre datas, condições e descontos – dependendo da instituição, é possível conseguir até 70% de abatimento nas mensalidades. 

Para te ajudar na busca por uma universidade que aceite não só o ingresso direto, mas o Prouni e o Fies, selecionamos algumas instituições privadas, reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC as quais você pode consultar o site agora mesmo. Confira!

Veja também: 

Descubra qual é a média do Enem 2021

Conheça as faculdades que aceitam a nota do Enem 2020

Agora que você já sabe o que fazer caso não passe no Sisu, conte para nós sua escolha de curso aqui nos comentários!