Saiba como se inscrever para a chamada regular e lista de espera do Sisu do segundo semestre de 2020.

Não foi aprovado no Sisu do primeiro semestre? Veja como se inscrever no Sisu 2020.2 para disputar uma vaga em uma graduação presencial de uma faculdade pública municipal, estadual ou federal.

Sisu 2020.2: inscrição na chamada regular

Para se inscrever no Sisu 2020.2, você deve ter realizado o Enem 2019 e obtido nota maior que zero na redação.

Você atende a esses critérios? Então acesse o portal do Sisu (sisu.mec.gov.br) durante o período de inscrições, que deve acontecer em junho de 2020. 

Com o site do Sisu aberto, siga os passos abaixo:

  1. Clique no botão “Fazer inscrição”.
  2. Digite o número de inscrição no Enem 2019 e a senha que você usa para acessar o sistema do Enem.
  3. Antes de iniciar o processo de inscrição no Sisu 2020.2, verifique se os seus dados de contato (e-mail e celular) estão corretos. 

Uma vez dentro do portal do Sisu, o sistema puxa automaticamente seus dados do Enem. 

Portanto, não se preocupe em calcular médias. Se os pontos do Enem não forem suficientes para as opções de curso, o sistema do Sisu exibirá uma mensagem informando sobre isso.

Agora é o momento de escolher a 1ª opção de curso em uma das faculdades participantes do Sisu. Para fazer isso:

  1. Clique no botão “Fazer inscrição na 1a opção”.
  2. Busque a vaga desejada para o curso que pretende fazer. É possível pesquisar por município (cidade), faculdade ou nome da graduação. 
  3. Localizou o curso? Clique nele para ler atentamente o quadro informativo. 

Nesse quadro, você confere as modalidades de disputa (ampla concorrência e ações afirmativas) e a nota de corte para cada uma delas. 

Há também orientações sobre como comprovar (no ato da matrícula) que você pode ocupar vaga destinada a ações afirmativas (cotas).

Fique ligado: a nota de corte e o ranking do quadro informativo são apenas um guia para ter uma ideia das chances de conquistar a vaga. A pontuação e a posição variam durante o período de inscrições. A nota de corte final é calculada somente após o fim do período de inscrição.  

Continuando a sua inscrição do Sisu 2020.2: 

  1. Com a 1ª opção de curso definida, escolha a modalidade adequada e clique em “Confirmar minha inscrição”.

Pronto! A primeira parte já foi. Siga os passos 4 a 7 novamente para se inscrever na segunda opção de curso e finalizar sua inscrição no Sisu.

Durante o período de inscrição, acesse o sistema para ver se está tudo certo com os seus dados. Isso é importante porque o sistema do Sisu mudou em 2020 e muitos erros aconteceram no primeiro semestre. 

Acompanhe de perto e caso tenha qualquer dúvida entre em contato com o Ministério da Educação (MEC) pelo site do Sisu ou pela central de atendimento 0800 61 61 61.

Por fim, aguarde o resultado da chamada regular. Se você não for convocado de primeira nas opções de curso, participe da lista de espera.

Sisu 2020.2: inscrição na lista de espera

Não foi selecionado em nenhuma das opções do Sisu 2020.2? Ainda há chance de entrar na faculdade pública: manifeste seu interesse em participar da lista de espera.

Todo semestre, diversas faculdades convocam alunos da lista de espera do Sisu para preencher as vagas ofertadas. 

Veja como se inscrever nessa listagem:

  1. Acesse o sistema do Sisu durante o período de inscrição na lista de espera de 2020.2.
  2. Clique no botão “Participar da Lista de Espera” para o curso desejado (1ª ou 2ª opção).
  3. Verifique se o sistema exibe a mensagem de confirmação de inscrição na lista de espera.

Inscrição confirmada? Agora é só acompanhar a convocação diretamente no site da faculdade. 

Esse processo geralmente leva 2 meses e, durante esse período, acontecem diversas convocações da lista de espera. 

Para você ter ideia da quantidade, a UFRJ realiza entre 5 e 9 chamadas da lista de espera por semestre. 

Portanto, não marque bobeira! Monitore as convocações pelo site da faculdade semanalmente.

Outras maneiras de usar a nota do Enem para entrar na faculdade

O Sisu 2020.2 não é a única opção para ingressar na faculdade. Há também o ProUni, o FIES e o ingresso direto em faculdade privadas.

ProUni: este programa do Governo Federal disponibiliza bolsa de estudo integral (100%) ou parcial (50%) em faculdades privadas. Em 2020, esse benefício é destinado a brasileiros que:

  • Participaram do Enem 2019 e obtiveram 450 pontos (ou mais) na média e nota maior que zero na redação;
  • Possuem renda familiar bruta mensal de até 3 salários mínimos por pessoa;
  • Realizaram o ensino médio completo em escola pública ou em uma escola privada como bolsista integral. 

Assim como o Sisu, o processo seletivo do ProUni acontece duas vezes por ano.

FIES: este programa do Governo Federal permite financiar uma graduação presencial em uma faculdade privada. 

Há contratos de financiamento sem juros e com juros reduzidos para pagamento após a formatura.

A seleção do FIES acontece duas vezes por ano. Para participar, é necessário:

  • Ter feito o Enem 2019 e obtido 450 pontos (ou mais) na média e nota maior que zero na redação.
  • Ter renda familiar bruta mensal de até 5 salários mínimos por pessoa.

Ingresso direto: essa alternativa das faculdades privadas permite entrar direto numa graduação presencial ou EAD usando a nota do Enem e com bolsa de estudo de até 100% de desconto na mensalidade até o final do curso. 

Onde ingressar direto numa graduação usando a nota do Enem e com bolsa de estudo 

Listamos algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso em bacharelados, licenciaturas e cursos tecnológicos. 

E o melhor: você pode usar uma nota antiga do Enem, da edição de 2010 em diante. A partir de 300 pontos na média, é possível ingressar em um curso presencial ou EAD com desconto na mensalidade até a formatura:

Veja também:

Saiba tudo sobre bolsas de estudo para entrar na faculdade

Agora você já sabe como fazer a inscrição no Sisu 2020.2. Vai tentar outras formas de ingressar em uma faculdade? Deixe seu comentário!