O Sisu é, sem dúvidas, um dos processos seletivos mais cobiçados por quem quer fazer um curso superior.

O motivo para isso é que todos os anos o programa distribui milhares de vagas em instituições públicas de ensino – o que permite obter uma formação gratuita e de qualidade.

Mas conseguir uma vaga pelo Sisu vai exigir um bocado de esforço e dedicação, pois estamos falando de um dos processos seletivos mais concorridos do país.

A seguir, saiba tudo sobre o Sisu 2020 do segundo semestre e prepare-se para tentar vaga mais uma vez!

O Sisu do segundo semestre de 2020

O Sisu do segundo semestre de 2020 vai distribuir milhares de vagas em universidades e institutos federais de educação em diversas partes do país.

Estima-se que sejam oferecidas cerca de 50 mil vagas em cursos de várias áreas, sempre na modalidade presencial.

Quem conseguir entrar já começa a assistir às aulas no segundo semestre do ano, a partir de agosto.

O número de vagas é menor do que na primeira edição (que costuma oferecer 240 mil, aproximadamente), mas ainda assim é uma chance e tanto de estudar em algumas das instituições de ensino mais renomadas do país.

Quem estiver pensando em encarar o Sisu pode se preparar para uma concorrência lá nas alturas, como sempre.

A oferta varia de acordo com as faculdades e muda todo semestre.

Quando acontece o Sisu do segundo semestre de 2020

A expectativa é que o Sisu do segundo semestre de 2020 comece em junho. As datas precisas só serão conhecidas depois que o edital do processo seletivo for divulgado, o que deve acontecer lá pelo final de maio de 2020.

Quando as inscrições abrirem, os candidatos vão poder acessar o site oficial do Sisu, informar seus dados de inscrição do Enem 2019 e fazer suas escolhas entre as vagas disponíveis.

Dá para selecionar até duas opções de curso. Haverá concorrência geral e por cotas.

O sistema de disputa é o mesmo da primeira edição: por meio da nota do Enem.

Uma vez inscrito, o candidato interessado deve acompanhar as notas de corte, que vão mudando todos os dias.

O processo seletivo do Enem do segundo semestre de 2020 deve ficar quatro dias no ar. Os resultados com os nomes dos escolhidos em primeira chamada devem sair logo depois.

Quem passar deve se apressar e levar toda documentação necessária à faculdade onde conseguiu vaga dentro do prazo definido.

Quem não conseguir vaga pode aguardar a lista de espera, que começa pouco depois da divulgação dos resultados – ou seja: há mais de uma chance de entrar!

Quem pode participar do Sisu do segundo semestre de 2020

Para participar do Sisu do segundo semestre de 2020 é preciso atender a apenas dois requisitos básicos:

  • Ter feito o Enem 2019.
  • Ter obtido nota acima de zero na redação.

Qualquer pessoa que atende a essas exigências tem o direito de disputar vaga em universidade pública pelo Sisu, independentemente se já tem diploma de nível superior ou não.

Mas e se não rolar o Sisu no segundo semestre de 2020? O que fazer?

Veja a seguir!

Outros programas pra tentar vaga no segundo semestre de 2020

O Sisu é apenas o primeiro dos vários programas de acesso ao ensino superior que acontecem tanto no primeiro quanto no segundo semestre.

Portanto, se você não conseguiu uma vaga em universidade pública, ainda terá outras oportunidades de entrar na faculdade com a nota do Enem.

Veja o que espera por você logo depois do Sisu 2020:

ProUni 2020 – O programa de bolsas de estudos também tem uma segunda edição. Entre junho e julho o Ministério da Educação deve abrir inscrições aos interessados. O número de vagas disponíveis é superior ao do Sisu. Quem conseguir entrar vai poder estudar em faculdade privada de qualidade com bolsa de estudos parcial ou integral bancada pelo governo. Podem entrar na disputa os candidatos que fizeram o Enem 2019 e atendem a alguns requisitos de renda, formação escolar e desempenho nas provas. O ProUni pode ser utilizado em cursos presenciais e a distância.

FIES 2020 – Quem busca crédito estudantil com juros baixos poderá tentar novamente uma chance no segundo semestre de 2020. Além dos juros baixos, o programa oferece prazo longo para pagamento do financiamento e só começa a cobrar as parcelas após a formatura! Para tentar vaga no FIES é necessário cumprir requisitos de desempenho no Enem (qualquer edição a partir de 2010) e renda familiar.

Além desses dois grandes programas do governo federal, os interessados em entrar numa faculdade no segundo semestre podem optar pelo sistema de ingresso direto. Esse modelo possibilita que fez qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obteve nota acima de zero na redação a conquistar vaga quase automaticamente, sem fazer vestibular. Basta, para isso, apresentar as notas obtidas e correr para fazer a matrícula!

Onde estudar no segundo semestre de 2020

Seja pelo Sisu, ProUni, FIES ou ingresso direto, haverá centenas de faculdades esperando por você no segundo semestre de 2020.

Por isso, é bom observar a qualidade do local onde você quer estudar. Num mercado de trabalho tão competitivo, uma boa formação é fundamental.

Pensando nisso, a gente escolheu algumas faculdades onde você pode tentar vaga por meio do ProUni, do ingresso direto e do FIES. Todas elas também contam com programas próprios de descontos, bolsa de estudos e financiamento sem burocracia.

Conheça:

Veja também:

Saiba como se inscrever na lista de espera do Sisu

Está se preparando para o segundo Sisu de 2020? Conte para a gente qual curso você quer fazer!