Os 639 alunos do Colégio Christus tiveram anuladas 14 questões de suas provas: uma questão de linguagem e códigos, quatro de ciências humanas, quatro de matemática e cinco de ciências da natureza.

Os itens teriam sido extraídos do pré-teste realizado naquela instituição em outubro de 2010 e repassados para os estudantes em um simulado do colégio.

Foram anuladas, de acordo com a numeração dos cadernos amarelos do Enem 2011,
as questões 25, 29, 33 e 34 de ciências humanas;
46, 50, 57, 74 e 87 de ciências da natureza;
141, 154, 173 e 180 de matemática,
e a questão 113 de linguagem e códigos.

Dessa forma, os estudantes do Christus terão corrigidas 166 questões, mas o prejuízo será mínimo, devido à utilização da Teoria de Resposta ao Item (TRI) na elaboração da prova. Para os demais, 4 milhões de candidatos, todas as 180 questões serão consideradas válidas.