Veja como pedir o desconto integral da taxa de inscrição e poder fazer as provas do Enem 2020 sem pagar nada.

A taxa de inscrição no Enem não é uma das mais baratas: o valor chegou a R$ 85 em 2019. Para a edição de 2020, pode sofrer reajuste e chegar perto de R$ 90.

Nem todos os participantes podem arcar com essa taxa. Por isso, o Ministério da Educação (MEC) concede gratuidade a diversos brasileiros que desejam fazer o Enem.

Mas, para realizar a prova sem pagar nenhum boleto, você deve entrar com a solicitação de isenção do Enem 2020 em abril.

Mais especificamente, você precisa realizar 3 tarefas:

  1. Inscrever-se, dentro do prazo, para disputar isenção da taxa do Enem 2020.
  2. Acompanhar o andamento da solicitação de isenção no sistema Enem.
  3. Conferir a lista dos agraciados com a isenção. 

Veja como e onde pedir a isenção, o que fazer após receber esse desconto integral e onde estudar usando a nota do Enem 2020. 

Solicitar isenção do Enem 2020: como fazer a inscrição

O Inep, instituto responsável pelo Enem, abre as inscrições para solicitar isenção no Enem 2020 em abril. Você tem 10 dias para fazer o pedido online e concorrer a uma gratuidade.

O primeiro passo é verificar se você atende os requisitos para ser dispensado de pagar a taxa do Enem 2020. O MEC concede isenção aos candidatos que se encaixam em UM dos perfis abaixo:

  • Estudante que cursar, em 2020, a última série do ensino médio em uma escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica.
  • Ter feito o ensino médio completo em uma escola pública e ter renda per capita igual ou menor que 1,5 salários mínimos.
  • Ter realizado o ensino médio completo como bolsista integral em uma escola privada e ter renda per capita igual ou menor que 1,5 salários mínimos.
  • Estar inscrito no CadÚnico e declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda.

Você atende a UM desses requisitos? Então, pode continuar o processo para solicitar a isenção no Enem 2020. 

Veja o passo a passo para se inscrever e pedir sua gratuidade:

  1. Acesse o site oficial do Enem (enem.inep.gov.br/participante).
  2. Digite o número do seu CPF e a sua data de nascimento.
  3. Leia atentamente os critérios para receber a isenção do Enem.
  4. Se você atende os requisitos, clique em “Li e concordo” e em “Continuar”.
  5. Verifique se os seus dados pessoais estão corretos.
  6. Digite seu endereço e clique em “Continuar”.
  7. Preencha os dados sobre a sua formação no ensino médio e clique em “Continuar”.
  8. Caso você tenha o número NIS, informe-o na tela. Caso não tenha, escolha “Não tenho NIS”.
  9. Logo depois, clique em “Confirmo minhas informações” e em “Continuar”.
  10. Confira todos os dados exibidos na tela. Estando corretos, clique em “Confirmo meus dados”.
  11. Preencha o questionário socioeconômico honesta e corretamente.
  12. Digite seus dados para contato (seu telefone e seu e-mail).
  13. Crie uma senha e anote-a para não esquecê-la. Digite-a no sistema para cadastrá-la e poder acompanhar a solicitação da isenção no Enem 2020.
  14. Verifique os dados informados até o momento. Se tudo estiver certo, clique em “Enviar solicitação”.

Pronto! Agora resta saber o que fazer após a solicitação da isenção no Enem 2020. 

O que fazer depois de pedir isenção no Enem 2020

A primeira tarefa é acompanhar a solicitação. Acesse o sistema Enem para verificar se o pedido foi recebido.

Após o término do prazo de solicitar isenção, aguarde 7 dias para conferir o resultado no sistema Enem. Você deve fazer isso porque o Inep não notifica os inscritos contemplados com a isenção. 

Sendo classificado, você deve se inscrever no Enem. Isso é importante porque o Inep não inscreve o isento automaticamente no Enem 2020.

Faça isso em maio, quando o Inep abre as inscrições para todos os interessados em participar do exame.

Como usar a nota do Enem para começar uma faculdade

Aproveite seus pontos do Enem 2020 para iniciar a tão sonhada graduação. Você pode entrar em um bacharelado, uma licenciatura ou graduação tecnológica por meio dos seguintes processos seletivos: 

  • Sisu: dispute uma vaga em uma graduação presencial de universidades públicas federais, estaduais e municipais. 
  • ProUni: concorra a uma bolsa de estudos parcial (50%) ou integral (100%). Há bolsas para cursos presenciais e EAD em mais de 1200 faculdades privadas.
  • FIES: dispute um contrato de financiamento sem juros ou a juros baixíssimos com longo prazo para pagamento após a formatura.
  • Ingresso direto: use os pontos do Enem 2020 para começar uma graduação presencial ou EAD em uma faculdade privada e receber até 100% de desconto na mensalidade.

Onde estudar usando a nota do Enem e com bolsa de estudos

Para te ajudar na escolha, listamos algumas faculdades reconhecidas pelo MEC. 

São instituições que aceitam a nota do Enem e concedem descontos segundo a pontuação no exame. Quanto maior a média no Enem 2020, maior o desconto válido até o final do curso.

Além disso, permitem financiar o curso com facilidade e ajudam o aluno a ingressar no mercado de trabalho rapidamente:

Veja também:

Tire suas dúvidas sobre o Enem!

Pronto! Agora você já sabe como fazer a solicitação de isenção do Enem 2020. Compartilhe sua decisão conosco: comente o nome do curso que pretende fazer na faculdade!