A cena é de suspense: você está lá, na prova do Enem, e chega a hora de fazer a redação. O tema lhe soa familiar, mas na hora de pegar a caneta para escrever o texto vem aquele branco total. Por mais que você se esforce, não consegue escrever nem uma linha.

Infelizmente isso acontece todos os anos com milhares de participantes do Exame Nacional do Ensino Médio. Para que jamais aconteça com você, é preciso estudar muito, treinar com frequência e ler tudo o que puder sobre os possíveis temas.

Além disso, é importante ficar atento a alguns detalhes que iremos passar para você agora – as super dicas para se dar bem na redação do Enem!

1. O que você não pode fazer de jeito nenhum

Algumas práticas podem render um zero imediato na redação. Evite a todo custo:

  • Fugir do tema
  • Entregar a folha de redação em branco
  • Não seguir a estrutura dissertativa-argumentativa
  • Escrever menos de sete linhas
  • Usar palavrões ou textos desconexos
  • Desrespeitar os direitos humanos

2. Fique atento à Gramática e à Ortografia

Uma das intenções do Enem com a redação é saber se você domina as normas da língua culta – e isso implica em ter um texto gramatical e ortograficamente correto, dentro do possível. O ideal é que você tente fazer uma redação sem erros, cuidando com acentos ou vírgulas mal colocados, respeitando a grafia correta das palavras, ficando atento à concordância verbal e nominal, entre outras regras.

3. Pratique a argumentação

Com uma argumentação rica e bem construída, você pode chegar mais perto de uma nota máxima na redação. Para isso, utilize fatos comprovados, dados estatísticos, use linguagem adequada e uma exposição clara do seu ponto de vista com relação ao tema solicitado.

Você só vai conseguir chegar a esse ponto se conhecer bem o tema proposto. Por isso é preciso ler bastante, praticar o formato e fazer bom uso de recursos de argumentação.

4. Fique por dentro dos Direitos Humanos

Na redação, tanto a argumentação quanto a proposta de intervenção social para o tema precisam obrigatoriamente respeitar os Direitos Humanos – quer você concorde com alguns pontos ou não.

Expressar qualquer ato de machismo, racismo, homofobia, xenofobia e afins vai lhe render um zero e a impossibilidade de concorrer em qualquer processo seletivo que use a nota do Enem: Sisu, ProUni, FIES ou entrada automática em universidades particulares.

Por isso, estude com atenção essa questão, tente entender as polêmicas atuais, os fatos históricos e o que está sendo proposto de novo nessa área. Aproveite para ampliar seus horizontes!

5. Seja ágil

Para fazer uma boa redação do Enem você precisa desenvolver pelo menos duas habilidades:

  1. Conhecer bem o tema e escrever uma redação de acordo com o formato pedido (essa você já sabia!).
  2. Fazer tudo isso em um curtíssimo espaço de tempo (agora complicou, não é?).

A redação do Enem é aplicada no último dia do Exame, junto com 90 questões objetivas de Linguagens e Matemática. No total, você terá apenas cinco horas para fazer tudo isso. É uma maratona! O tempo médio reservado à redação é de apenas 60 minutos.

Ou seja, no intervalo de uma hora você terá que desenvolver a ideia, esboçar uma estrutura no rascunho e passar tudo a limpo com calma para a folha de redação.

A dica para se dar bem é: comece a praticar o tempo de prova a partir de agora.

Com o cronômetro ligado, faça redações-teste dentro do tempo máximo de uma hora. Com a prática, acredite, você vai conseguir desenvolver a habilidade necessária para fazer tudo sem se preocupar.

Além disso, a prática ajuda a melhorar a escrita, estruturar o pensamento e corrigir a gramática!

6. Analise as edições anteriores

Quando sai o resultado do Enem é comum os jornais e cursinhos publicarem exemplos de redações que tiraram nota máxima. Use esse material a seu favor.

Assim você vai entender melhor o formato solicitado, que tipo de informação deve ser tratada no texto, como fazer uma proposta de intervenção social coerente.

Aproveite para assimilar o formato e se inspire nas melhores referências para começar a praticar seus próprios textos!

7. Entenda o tal formato Dissertativo-Argumentativo

A prova de redação do Enem pede um texto no formato argumentativo-dissertativo em prosa.

Você sabe o que é isso?

Traduzindo, você precisa convencer o avaliador de que sua ideia é coerente e tem base. E deve fazer isso usando um texto corrido, com ideias organizadas e bem sequenciadas, apresentar coerência na argumentação, obedecer as regras gramaticais e se manter totalmente dentro do tema pedido.

O texto dissertativo-argumentativo segue uma lógica muito simples, com base em três partes:

  1. Introdução – é o início do texto, quando o aluno faz uma apresentação do tema pedido e a problemática envolvendo o assunto. Cuidado para não copiar o enunciado da redação!
  2. Desenvolvimento – aqui é a parte principal do texto, onde são expostos seus pontos de vista e as teses que servirão de base para sustentação dos seus argumentos. Capriche nessa parte e busque sempre elementos que agreguem substância ao texto: fatos comprovados, estatísticas, dados de pesquisa e referências históricas.
  3. Conclusão – aqui você vai fazer uma proposta de intervenção social para o tema. E não custa reforçar: é preciso respeitar os Direitos Humanos!

O título não é obrigatório na redação do Enem. Por isso, nada de perder preciosos minutos da prova tentando criar um título incrível para o seu texto, combinado?

8. Cuidado com essa letra!

Não adianta fazer uma redação perfeita se o avaliador não conseguir ler o que está escrito.

Uma letra legível é vital para a redação – pode ser cursiva ou de forma, o Enem não faz nenhuma exigência específica quanto a isso. Importante é garantir que o texto será lido sem dificuldades.

Na sua rotina de práticas de redação, tente observar a legibilidade da letra. Peça para que outras pessoas leiam para saber se dá para entender bem. Se por acaso acontecer alguma rasura na hora da prova, não precisa entrar em pânico. Basta rabiscar a palavra e colocar a correta ao lado.

A gente está perdendo o costume de escrever no papel, por isso é importante ficar de olho nesse detalhe!

Veja também:

10 coisas que quem vai prestar o Enem precisa saber

Como você está estudando para a redação do Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!