Descubra qual é a taxa de inscrição do Enem e se inscreva

Enem — Escrito por

O Enem é um dos exames mais esperados do ano – e como todo grande evento, tem lá os seus custos.

Quem quiser fazer a prova deve ficar atento aos procedimentos e preparar o bolso para pagar a inscrição.

Mas, como é de se esperar, há também algumas alternativas de fazer a prova sem pagar nada.

Aqui a gente mostra todos os caminhos para você. Descubra qual é a taxa de inscrição do Enem e como se inscrever!

Inscreva-se no Enem

Inscrever-se no Enem é simples. Qualquer pessoa pode participar.

Quando o Ministério da Educação (MEC) liberar o edital do Enem, o participante vai ficar sabendo quando as inscrições estarão disponíveis.

Normalmente o edital é divulgado em março e as inscrições abrem em maio.

O processo deve ser feito unicamente no site oficial do Enem.

A inscrição é bastante detalhada e, atentamente, o participante deve informar dados pessoais (documentos, endereço, contato), preencher algumas informações socioeconômicas e, ao final, se estiver tudo certo, baixar o boleto para pagamento.

A taxa de inscrição do Enem

A inscrição do Enem não é de graça. Grande parte dos participantes precisa pagar mais ou menos R$ 85 para fazer as provas (esse foi o valor cobrado na edição de 2019, para você ter uma ideia).

A taxa deve ser paga durante o período de inscrições.

Funciona assim:

Depois que o participante finalizar a inscrição no Enem, ele vai ter a opção de baixar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) – que nada mais é do que um boleto para pagamento da taxa.

Com o boleto impresso em mãos, vá a qualquer banco, agência dos correios ou casa lotérica e efetue o pagamento.

O pagamento deve ser feito à vista. O MEC não permite que o valor seja parcelado.

É importante efetuar o pagamento da taxa de inscrição o quanto antes! Por quê?

Bom, porque quanto mais cedo você pagar, mais rapidamente sua inscrição será confirmada – e aí você pode ficar tranquilo de que está tudo certo com o seu processo.

Geralmente, o período de inscrições dura dez dias. O prazo final para pagamento se estende por mais cinco ou seis dias depois do encerramento do processo geral.

Se você se esquecer de pagar a taxa depois do fim do prazo, não tem como recorrer depois. Aí, só ano que vem.

Ao pagar a taxa, fique de olho no site oficial do Enem para saber se a sua inscrição foi confirmada. Isso ocorre depois que o boleto é processado e a informação é enviada ao MEC. Se der algum problema, você terá como resolver a tempo.

Ah, e se você pagar o Enem e desistir de fazer as provas, vai ficar no prejuízo. O MEC não devolve a taxa de inscrição nem aceita transferência do valor para outras pessoas.

Como fazer o Enem sem pagar nada

Existem algumas maneiras de fazer o Enem sem pagar nada — mas esse benefício está disponível apenas para quem atende a certos critérios.

Todos os anos, o MEC abre o cadastro para quem tem direito à isenção automática da taxa. Esse processo geralmente acontece nas primeiras semanas de abril, cerca de um mês antes da abertura das inscrições, e exige atenção total dos interessados.

A isenção é concedida nos seguintes casos:

  • Alunos de escolas da rede pública que estão concluindo o ensino médio.
  • Alunos de baixa renda (até um salário mínimo e meio) que tenham feito todo o ensino médio em escola pública ou em escola particular na condição de bolsista integral.
  • A quem está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e pode comprovar situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Aqui também é preciso acompanhar tudo de perto. Depois de preencher todos os dados necessários, o participante tem que esperar o resultado – que é divulgado poucos dias depois do encerramento do processo.

Mesmo que o participante tenha a isenção aprovada, precisará fazer a inscrição normalmente – com a diferença de não vai pagar nada, claro.

Se a isenção for negada, o aluno terá alguns dias para questionar a decisão do MEC. Se não for aceito, erá que pagar a taxa caso queira participar do exame.

Quem ganhou isenção nos anos anteriores e não foi fazer o Enem precisará dar explicações ao MEC caso queira solicitar o benefício novamente.

Onde estudar com a nota do Enem

As provas do Enem acontecem em dois domingos de novembro. No primeiro, tem a de Linguagens, a de Ciências Humanas e a de Redação. No segundo, Matemática e Ciências da Natureza.

Os resultados demoram um pouco pra sair: só serão conhecidos alguns meses depois, em meados de janeiro.

Depois disso, é hora de usar o desempenho no Enem para entrar na disputa por uma vaga no ensino superior.

Tem espaço para quem quer estudar em universidade pública, para quem quer tentar uma bolsa de estudos, para quem busca crédito estudantil e, principalmente, para quem quer entrar de forma mais rápida e prática na faculdade privada.

São milhares de opções para você escolher.

Encontrar uma boa faculdade em meio a tantas opções não é difícil. Basta você se certificar de que a instituição é reconhecida e bem avaliada pelo MEC e oferece o curso que você realmente quer fazer.

Para facilitar sua vida, a gente escolheu algumas faculdades bem interessantes onde você encontra bons cursos e pode entrar com a nota do Enem:

Veja também:

Saiba como ver o resultado da isenção do Enem

Vai pagar o Enem ou tentar isenção? Conte para a gente!

Comente