A Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) aderirá ao Sistema de Seleção Unificada (SISU) já em 2014. A última edição do programa contou com 101 instituições participantes e cerca de 1,8 milhão de alunos inscritos.

A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário (Consuni) em reunião nesta terça, 16.A UDESC reservará 25% das vagas do vestibular para o SiSU e calcula que cerca de 400 estudantes poderão utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para ingressar na faculdade.

Com a adesão ao programa a instituição espera ganhar uma importância nacional e receber maiores recursos federais. 30% do número de vagas reservadas serão destinadas para alunos negros ou de escolas públicas, atendendo a Política de Ações Afirmativas da faculdade.Para o pró-reitor da universidade, Luciano Hack, a decisão pela adesão ao SiSU fará com que a instituição  use os recursos recebidos em ações afirmativas para permanência dos alunos. A adesão ao programa já estava prevista no Plano de Gestão 2012/2016 da UDESC.

A faculdade acompanhará os resultados da experiência.Já a Faculdade Estadual de Ciências Econômicas de Apucarana (Fecea) reservou 80% de suas vagas para serem preenchidas através das notas do ENEM. O Conselho Departamental da universidade acabou com o vestibular tradicional e a adesão ao SiSU já valerá para o processo seletivo de 2014.

O restante das vagas, 20%, será preenchido pelo Programa Seletivo Seriado (PSS/Fecea), que avalia dos alunos nos 3 anos do Ensino Médio.A Fecea ofertará 630 vagas em 12 cursos de graduação para os alunos que desejarem concorrer as vagas através de suas notas do ENEM. A universidade irá encaminhar uma proposta para que a Unespar adote o ENEM em todos os seus 7 campi.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]