Entenda como funcionam as vagas remanescentes do ProUni 2020

Prouni — Escrito por

O ProUni você já conhece: é o maior programa de bolsas de estudos do Brasil, que chega a beneficiar mais de 300 mil pessoas todos os anos.

Em 2020 essas bolsas devem ser bastante disputadas.

Mas o que pouca gente sabe é que o ProUni dá mais de uma chance de ganhar vaga em uma mesma edição – o que pode fazer toda diferença para você!

A seguir, entenda como funcionam as vagas remanescentes do ProUni 2020 e como se dar bem na seleção.

Como funcionam as vagas remanescentes do ProUni 2020

O ProUni é o processo seletivo do governo federal que distribui bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades de boa qualidade por todo o país.

O programa é direcionado a estudantes de escola pública com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Para participar das duas edições previstas para 2020, o candidato precisa ter feito o Enem 2019 e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.

A seleção dura quatro dias, e nesse período o sistema vai dando prioridade aos candidatos com maiores notas.

No ProUni dá para disputar uma vaga por meio de cotas ou concorrência geral.

Logo após o encerramento das inscrições é divulgada a primeira chamada.

Dias depois, conforme o prazo para fazer matrícula ou apresentar a documentação necessária vai expirando, mais candidatos são chamados para a ocupar as vagas que sobram. Essa é a segunda chamada.

Depois de tudo, o ProUni ainda abre uma lista de espera para quem quer ter uma terceira chance de conseguir bolsa.

Se ainda assim sobrarem vagas, o programa abre a concorrência para as vagas remanescentes.

Obviamente, o número de bolsas disponíveis nesta etapa é bem menor, mas não deixa de ser uma chance de ganhar.

Participar é ainda mais simples, basta um pouco de atenção.

Veja como ter mais essa oportunidade a seguir.

Como concorrer a uma vaga remanescente do ProUni 2020

A concorrência por uma vaga remanescente do ProUni 2020 é bem mais tranquila que no processo seletivo regular.

Aqui, não há disputa por nota nem chamadas. A distribuição das bolsas acontece conforme a ordem de inscrição. Quem chegar primeiro leva!

Por isso é preciso ficar muito ligado. O processo para vagas remanescentes abre algumas semanas após a divulgação oficial da primeira chamada do ProUni. As datas exatas são divulgadas um pouco antes.

Quando as inscrições estiverem abertas, basta acessar o site oficial do ProUni, verificar se atende aos requisitos necessários (veja no próximo tópico) e torcer.

Os selecionados têm um prazo para comparecer à instituição de ensino e comprovar as informações prestadas e efetivar a bolsa.

Quem pode concorrer a uma vaga remanescente do ProUni 2020

Concorrer às vagas remanescentes do ProUni 2020 é simples.

Basta ter feito qualquer Enem a partir de 2010 e obtido nota igual ou superior a 450 na média das provas, sem ter zerado a redação.

Aqui ainda há a facilidade extra de não precisar comprovar renda familiar ou de ter feito o ensino médio em escolas da rede pública.

As vagas remanescentes também podem ser disputadas por professores da rede pública de ensino, mesmo que não tenham feito o Enem, e estejam procurando vaga em cursos de licenciatura. O mesmo vale para pessoas com deficiência.

Os candidatos não podem ter diploma de nível superior.

Outros processos seletivos para quem fez o Enem 2019

Em 2020 teremos outros processos seletivos além do ProUni – e em todos eles você pode tentar vaga com sua nota do Enem.

Temos, na sequência:

  • FIES 2020: Programa de financiamento estudantil facilitado, que possibilita fazer um curso superior sem se preocupar com mensalidades. A cobrança vem ao final do curso, com juros baixos e um prazo bem camarada para quitar a dívida. Para participar, o interessado pode ter feito qualquer Enem a partir de 2010 desde que tenha a mesma pontuação exigida pelo ProUni. Também é preciso comprovar renda compatível com a exigência do programa. Tem duas edições previstas para 2020.
  • Ingresso direto 2020: Tanto no primeiro quanto no segundo semestre, o ingresso direto é a forma mais fácil de entrar na faculdade privada. O candidato só precisa apresentar a nota obtida em qualquer Enem a partir de 2010 para conseguir a vaga. O único requisito é não ter zero na redação.
  • Segunda edição do Sisu 2020: Para quem deseja tentar a sorte na universidade pública, boa notícia: o Sisu 2020 deve abrir vagas novamente no meio do ano. Para participar, basta ter feito o Enem 2019 e não ter zerado a redação.
  • Segunda edição do ProUni 2020: Se seu lance é mesmo tentar bolsa de estudos, saiba que o ProUni terá uma segunda edição em 2020, no meio do ano.

Onde estudar com bolsa do ProUni 2020

Você pode tentar vaga pela primeira ou segunda chamada, lista de espera ou vagas remanescentes do ProUni, não importa.

O principal é saber que a faculdade que você encontra nesse processo seletivo tem qualidade garantida pelo Ministério da Educação (MEC).

Abaixo, a gente selecionou algumas instituições onde você pode fazer cursos presenciais ou EAD com bolsa do ProUni. Em todas elas você também encontra programas de descontos, bolsas e parcelamentos com muito menos burocracia do que os programas do governo.

Veja também:

Tabela de pontos Enem pra cada curso em 2020: Veja seu curso

O que achou das bolsas remanescentes do ProUni? Tem mais alguma dúvida? Compartilhe com a gente nos comentários!

Comente