Saiba qual o valor da inscrição do Enem

Enem — Escrito por

Historicamente, o valor da taxa de inscrição do Enem vem sofrendo reajustes sucessivos.

Para quem não tem condições de pagar, há a possibilidade de solicitar isenção e, assim, fazer as provas sem pagar nada. Para isso, o candidato tem que se encaixar em alguns critérios socioeconômicos determinados pela organização do exame.

Confira agora mesmo os valores de inscrição no Enem, como e quando saber o valor exato de cada edição e quem pode pedir isenção da taxa!

Quanto custa se inscrever no Enem?

O valor da inscrição variou bastante desde que o Enem começou a ser aplicado. Acompanhe o histórico:

  • 1998: R$ 20
  • 1999: R$ 20
  • 2000: R$ 35
  • 2001: R$ 35
  • 2002: R$ 35
  • 2003: R$ 35
  • 2004: R$ 35
  • 2005: R$ 35
  • 2006: R$ 35
  • 2007: R$ 35
  • 2008: R$ 35
  • 2009: R$ 35
  • 2010: R$ 35
  • 2011: R$ 35
  • 2012: R$ 35
  • 2013: R$ 35
  • 2014: R$ 35
  • 2015: R$ 63
  • 2016: R$ 68
  • 2017: R$ 82
  • 2018: R$ 82

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela organização do Enem, explica que essa variação de preços se deve a correções monetárias com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Como entre 2000 e 2014 não houve nenhum reajuste, em 2015 a correção veio toda de uma vez, quase dobrando o valor da inscrição dos anos anteriores. Outro aumento considerável veio em 2017, taxa que se manteve para 2018.

Considerando o histórico, fica difícil arriscar previsões sobre os valores dos próximos anos. De todo modo, a inscrição no Enem sai mais em conta do que a dos maiores vestibulares do país. Para comparar, veja alguns números de 2018:

  • Fuvest: R$ 170
  • Unicamp: R$ 165
  • PUC-RJ: R$ 180
  • UnB: R$ 150

E o melhor: quem fez o Enem pode participar de diversos processos seletivos, como Sisu, ProUni e FIES, sem pagar nada.

Quando e onde saber o valor da inscrição do Enem?

O valor para se inscrever em cada edição é publicado no edital exame, que sai no Diário Oficial da União (DOU), geralmente entre os meses de março e abril.

O edital também fica disponível no site oficial o Enem.

Aproveite para ler atentamente todas as informações. Além do valor da taxa de inscrição, você vai ficar por dentro de outros dados fundamentais para fazer um bom exame.

Dá para fazer o Enem sem pagar a taxa de inscrição?

Sim, é possível, mas para isso você tem que se encaixar em algum dos critérios. Os detalhes também podem ser encontrados no edital, mas resumimos as condições aqui para você. Pode ser alguma destas quatro situações:

  • Ter obtido a Certificação de Conclusão do Ensino Médio pelo Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).
  • Estar em situação de vulnerabilidade econômica por ser membro de família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).
  • Estar na a última série do ensino médio em escola da rede pública no ano da inscrição no Enem.
  • Ter feito o ensino médio em escola pública ou por meio de bolsa integral em escola particular, podendo demonstrar que tem renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Tradicionalmente, cerca de 70% dos candidatos têm o direito de pedir a isenção, segundo o Inep.

A taxa de aprovação dos pedidos em 2018 foi de 87%. Ou seja: se você realmente se encaixa nos critérios e tem a documentação toda em dia, as chances de seu pedido ser aprovado são altas.

Fique de olho: quem prestar informações falsas ao preencher o Questionário Socioeconômico é eliminado do Enem.

E, caso você consiga a isenção e não possa comparecer às provas, perde o direito de solicitar novamente no ano seguinte. A única forma de manter a possibilidade de obter a isenção outra vez é justificar a sua ausência com algum documento oficial, como um atestado médico, por exemplo.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

O Enem surgiu como forma de verificar o nível dos estudantes do ensino médio no Brasil. Hoje esse objetivo continua valendo, mas a finalidade do exame foi ampliada.

Cada vez mais universidades de todo o país vêm aceitando as notas do Enem como critério para selecionar alunos, podendo substituir muitas vezes o vestibular dessas instituições.

Preparamos a seguir uma lista de faculdades que aceitam o desempenho no Enem como forma de ingresso em cursos presenciais e a distância. Todas elas estão credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC), com ótimas avaliações. Confira:

 

Veja também:

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Vai se inscrever no próximo Enem? Você se encaixa nos critérios para pedir a isenção da taxa? Deixe seus comentários aqui para a gente!

Comente